Inicio » Minas Gerais » Alto Paranaíba » MG – Vendedor de pedras semipreciosas é sequestrado

MG – Vendedor de pedras semipreciosas é sequestrado

Um vendedor de pedras semipreciosas, de 63 anos, foi sequestrado na segunda-feira em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. A Polícia Militar (PM) conseguiu resgatar o idoso, prendeu três envolvidos no crime e apreendeu as pedras avaliadas em R$ 250 mil. 

 

PM apreendeu as pedras de topázio imperial avaliadas em R$ 250 mil porque não foi possível comprovar a procedência do material. Vítima do sequestro, de 63 anos, foi obrigada a entrar em caminhonete com os criminosos
PM apreendeu as pedras de topázio imperial avaliadas em R$ 250 mil porque não foi possível comprovar a procedência do material. Vítima do sequestro, de 63 anos, foi obrigada a entrar em caminhonete com os criminosos

Na tarde de ontem idoso foi cercado pelos bandidos, perto do hotel onde estava hospedado, no Bairro Lagoa Grande, e obrigado a entrar em uma caminhonete. Os bandidos rodaram com a vítima pela cidade e segundo a PM, os sequestradores conheciam o vendedor. Tudo indica que ele foi alvo de uma emboscada, porque estaria devendo aos criminosos em uma negociação de venda de pedras. 

Uma testemunha viu o vendedor ser obrigado e entrar no veículo e acionou a PM. Os militares cercaram as saídas da cidade e fizeram buscas em municípios vizinhos. Na zona rural, a PM recebeu informações sobre a caminhonete, porque os criminosos pararam para pedir informações na região.

PM apreendeu as pedras de topázio imperial avaliadas em R$ 250 mil porque não foi possível comprovar a procedência do material. Vítima do sequestro, de 63 anos, foi obrigada a entrar em caminhonete com os criminosos
PM apreendeu as pedras de topázio imperial avaliadas em R$ 250 mil porque não foi possível comprovar a procedência do material. Vítima do sequestro, de 63 anos, foi obrigada a entrar em caminhonete com os criminosos

A polícia conseguiu encontrar o veículo e resgatar a vítima. Três homens foram presos em flagrante e com eles duas armas foram apreendidas, além de R$ 500 em dinheiro. Os militares foram até o quarto de hotel onde o vendedor estava hospedado e encontraram outros R$ 570 em dinheiro. 

Também foram recolhidas pedras de topázio imperial que a vítima afirma ter trazido de um garimpo da Bahia. Ele disse aos policiais que venderia em Belo Horizonte.  

Conforme a PM, os autores do crime são de Carmo Paranaíba e Lagoa Formosa. A polícia agora vai investigar melhor a motivação para o crime. As pedras estão apreendidas, porque não foi possível comprovar a procedência do material. Na caminhonete também foram recolhidas toucas ninjas usadas pelos seqüestrados na abordagem ao idoso, que foi agredido. Ele precisou de atendimento médico.

 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).