Inicio » Política » Lewandowski determina que Maluf preste depoimento em ação penal no STF

Lewandowski determina que Maluf preste depoimento em ação penal no STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, determinou que o deputado Paulo Maluf (PP-SP) seja ouvido em 30 dias pela Justiça Federal em São Paulo.

Em maio, Lewandowski autorizou que US$ 53 milhões bloqueados no exterior fossem repatriados
Em maio, Lewandowski autorizou que US$ 53 milhões bloqueados no exterior fossem repatriados

O depoimento do ex-prefeito de São Paulo faz parte da ação penal em que ele é acusado de lavagem de dinheiro, por suposto desvio de verba pública das obras da Avenida Águas Espraiadas. 

Em maio, na mesma ação, Lewandowski autorizou a Procuradoria-Geral da República (PGR) a repatriar US$ 53 milhões que estão bloqueados no exterior em contas pertencentes a Paulo Maluf. De acordo com a PGR, US$ 13 milhões estão bloqueados na Suíça; US$ 8 milhões, em Luxemburgo; US$ 5 milhões, na França; e US$ 27 milhões, nas Ilhas Jersey, que são consideradas paraíso fiscal.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).