Inicio » Internacional » África » África – Serra Leoa impõe confinamento a população para conter ebola

África – Serra Leoa impõe confinamento a população para conter ebola

Serra Leoa vai impor um período de quatro dias de confinamento em todo o país a partir 18 de setembro, em uma escalada dos esforços para impedir a propagação do vírus ebola, informou um funcionário do gabinete do presidente nesta sexta-feira.

Paciente com ebola é alimentada por um agente de saúde em Serra Leoa
Paciente com ebola é alimentada por um agente de saúde em Serra Leoa

Os cidadãos não serão autorizados a deixar suas casas entre 18 e 21 setembro, numa tentativa de evitar que a doença se espalhe ainda mais e permitir que os profissionais de saúde identifiquem casos nos estágios iniciais da doença, disse Ibrahim Ben Kargbo, assessor presidencial para a força-tarefa contra o ebola no país africano.

“A abordagem agressiva é necessária para lidar com a propagação do ebola”, disse ele à Reuters.

Até sexta-feira, Serra Leoa tinha registrado 491 do total de 2.097 mortes atribuídas ao ebola na África Ocidental desde março, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU).

Reuters

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).