Inicio » Mais Seções » Dia do Sexo – Sem cobranças, sexo faz bem para o corpo e a mente

Dia do Sexo – Sem cobranças, sexo faz bem para o corpo e a mente

Sem preliminares, vamos direto ao ponto: o assunto agora é sexo. Com uma data bastante sugestiva, o Dia do Sexo é celebrado em 6/9 desde 2008. A prospota de comemorar os “prazeres carnais” surgiu após uma ação de marketing de uma marca de preservativos, mas logo caiu no gosto do público. Esquecendo as questões mercadológicas, médicos especialistas no assunto apontam que ter relações sexuais pode ser um grande trunfo para manter a saúde do corpo e da mente.

Sexo não tem regras e não pode estar rodeado de pudores ou cobranças
Sexo não tem regras e não pode estar rodeado de pudores ou cobranças

Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter

Pesquisas em todo mundo ressaltam que praticamente tudo relacionado ao sexo consensual gera uma série de reações hormonais que trazem benefícios ao corpo humano. Os reflexos positivos podem começar a serem sentidos desde os beijinhos mais animados, passando pelo bom e velho amasso, até o tão buscado orgasmo.

No meio desse tema, é um prazer poder dizer que o sexo faz bem à saúde do coração, à pele, aumenta a imunidade, combate o estresse, emagrece e muito mais. Além disso, as velhas desculpas para evitar manter relações sexuais como cólica e enxaquecas também não têm mais fundamento. Estrogênio, testosterona, endorfina, cortisol, são apenas algumas substâncias que o corpo humano produz antes, durante e depois de alcançar o ápice do orgasmo. Mesmo sem confirmação científica, ainda há indicativos de que a cicatrização é mais rápida para quem pratica sexo regularmente.beneficios-do-sexo03

A boa notícia para os solteiros é que não é, necessariamente, preciso ter um parceiro para celebrar o Dia do Sexo. “Masturbação é sim um tipo de sexo. Talvez um dos melhores, já que é um momento em que a pessoa conhece mais o seu corpo, seus prazeres. É muito importante se dar ao direito de se tocar”, avalia a ginecologista Angelina Maia, especilista em sexualidade. “Digo às minhas pacientes que quando der vontade de se tocar, vá para o quarto, passe a chave na porta e se permita sentir os prazeres da masturbação. Muitas, inclusive, já relataram só conseguir ter orgasmo se for se tocando”, ressalta.

ORGASMO – Especilista em sexualidade, Angelina Maia decreta: as relações sexuais não precisam estar restritas ao orgasmo. “É possível passar uma tarde muito gostosa apenas com brincadeiras eróticas, lambendo, mordendo, apertando, e não chegar a ejacular. Isso é muito melhor do que ter uma penetração rapidinha, no máximo cinco minutos, ejacular e não ser tão prazeroso”, exemplifica a médica que alerta para o orgasmo não virar uma obrigação.

Por outro lado, cientificamente falando, o orgasmo é caracterizado por intenso prazer físico, controlado pelo sistema nervoso, acompanhado por ciclos de rápidas contrações musculares nos músculos que rodeiam os órgãos sexuais e o ânus. Esse momento é frequentemente associado a outras ações involuntárias, como a sensação de euforia e gemidos. Saiba o que acontece com o corpo humano durante a excitação sexual:

reacoes-corpo

 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).