Inicio » Minas Gerais » MG – Homem que estuprou a sogra de 78 anos é preso

MG – Homem que estuprou a sogra de 78 anos é preso

Nilson José da Silva, de 48 anos, foi preso suspeito de estuprar a sogra, uma idosa de 78 anos. O crime foi presenciado pela mulher do acusado, que acionou a Polícia Militar. O abuso sexual ocorreu na casa da vítima, na rua Guaxupé, bairro Bonfim, em Juiz de Fora, Zona da Mata mineira, na tarde de domingo (7).
 
MG - Homem que estuprou a sogra de 78 anos é preso
MG – Homem que estuprou a sogra de 78 anos é preso

Siga-nos no Facebook Siga-nos no Twitter

A esposa do homem contou que chegava em casa quando viu o marido forçando para manter relações sexuais com a mãe. Após ser flagrado, Nilson fugiu, mas foi localizado na rua Otávio Pereira Torres, bairro Santa Rita. Aos militares, a idosa contou que estava na residência quando o suspeito pulou pela laje, a empurrou contra a parede e começou a tirar sua roupa. 

 
O homem foi levado para a delegacia, onde dentro da cela começou a bater a cabeça contra a parede. Ele foi contido e não sofreu ferimentos graves. O caso será investigado pela Polícia Civil do município.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).