Inicio » Política » Dilma teria sido alertada sobre possíveis irregularidades na Petrobras

Dilma teria sido alertada sobre possíveis irregularidades na Petrobras

Em 2012, quando Paulo Roberto Costa deixou a Diretoria de Abastecimento da Petrobras, a estatal teria alertado a presidente Dilma Rousseff (PT) sobre a liberdade de ação acima do desejável de algumas diretorias; o que geraria um terreno fértil para irregularidades. É o que revela notícia da Folha de S. Paulo desta quarta-feira (10).

Dilma teria sido alertada sobre possíveis irregularidades na Petrobras
Dilma teria sido alertada sobre possíveis irregularidades na Petrobras

O assunto voltou à tona agora, depois que trechos da delação premiada de Costa se tornarem públicos, mostrando o que pode ser um novo esquema de desvio de dinheiro público para compra de apoio político no Congresso que pode envolver os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB).

Paulo Roberto Costa foi diretor da Petrobras entre 2004 e 2012, e saiu em uma reformulação da empresa que Dilma pediu à nova presidente Graça Foster. Ele tinha proximidade com políticos do PP, PMDB e PT.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).