Inicio » Minas Gerais » Centro de Minas » MG – Deslizamento de barragem deixa trabalhadores soterrados

MG – Deslizamento de barragem deixa trabalhadores soterrados

Três funcionários morreram e um ficou ferido e outros dois saíram ilesos do rompimento de uma barragem da empresa Herculano Mineração, em Itabirito, na região Central de Minas Gerais. Os operários ficaram soterrados na manhã desta quarta-feira (10).

MG - Deslizamento em mina deixa 8 trabalhadores soterrados
MG – Deslizamento em mina deixa 8 trabalhadores soterrados

Em entrevista ao canal Globo News, o secretário municipal de Meio Ambiente de Itabirito, Antônio Marcos Generoso, informou que um dos corpos foi retirado do local e as outras duas vítimas fatais são as que ainda são consideradas desaparecidas pelos Bombeiros. “A causa do rompimento é uma preocupação posterior. Nossa preocupação agora são as vítimas e amenizar os impactos para a cidade”. Ainda segundo ele, empresas do entorno estão auxiliando o resgate no local.

De acordo com Corpo de Bombeiros de Itabirito, os operários realizavam a manutenção no talude de uma barragem de rejeitos (resíduos sólidos presentes em minérios, mas que estão com as possibilidades de reaproveitamento esgotadas), que estava desativada, quando ela teria rompido, por volta das 8h. Dois caminhões, uma retroescavadeira e um Fiat Uno foram atingidos pelo deslizamento de terra e os motoristas ficaram sob os escombros, desaparecidos. Uma pessoa foi socorrida, com fratura no braço, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, e outros dois trabalhadores saíram ilesos. As vítimas ainda não foram identificadas, sabe-se apenas que um dos morto atuava como topógrafo.

Segundo o bombeiro municipal Clébio Araújo, alguns operários que presenciaram o acidente tentaram ajudar os colegas. Muitos ficaram em choque com o que presenciaram. A mineradora ficou tomada por lama após o acidente.

Viaturas dos Bombeiros de Itabirito, Ouro Preto e Belo Horizonte, dois helicópteros e 21 militares estão no local acidente, que fica na BR-356, no KM 41, no sentido Ouro Preto. A mineradora também é acessado pela BR-040.

A reportagem entrou em contato com a Herculano Mineração, mas, até o momento, ninguém foi localizado para comentar o assunto.

Consequências

Pelo menos 150 famílias de um condomínio próximo ao terreno da mineradora estão sem água e sem energia elétrica devido ao acidente. Segundo o gestor do condomínio Vilabella, Ladislau Oliveira, o deslizamento atingiu o ribeirão da Silva, de onde é captada a água para a região.

Denúncia

Os moradores da cidade reclamam da falta de informações da empresa em relação aos trabalhadores. Em contato com a reportagem, os moradores informaram que a rotina da empresa começa bem cedo e que, provavelmente, há funcionários presos em uma mina, que funcionaria no local, devido ao acidente. Ainda não há a confirmação de atividade subterrânea na área.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).