Inicio » Minas Gerais » MG – Ex-advogado de Macarrão é preso pela PF com 200 kg de maconha

MG – Ex-advogado de Macarrão é preso pela PF com 200 kg de maconha

O advogado Wasley César Vasconcelos, que defendeu o Luiz Henrique Romão, o Macarrão, durante o processo sobre o desaparecimento e morte de Elisa Samudio, foi preso, durante a madrugada desta sexta-feira (12), com cerca de 200 kg de maconha na MG-050, em Capitólio, no Sul de Minas.

Wasley César Vasconcelos atuou no processo sobre o sumiço de Eliza Samudio
Wasley César Vasconcelos atuou no processo sobre o sumiço de Eliza Samudio

A prisão aconteceu durante uma operação da Polícia Federal (PF), com apoio da Polícia Militar. A droga apreendida seria levada para Nova Serrana, na região Centro-Oeste do Estado. Segundo o jornal O Popular, dois veículos foram apreendidos e ainda outras pessoas também teriam sido detidas. Os suspeitos e o material estão sendo encaminhados para a sede da Polícia Federal em Divinópolis, também na região Centro-Oeste de Minas Gerais.

Vasconcelos mora em Nova Serrana e atua para a WCV Advocacia e Assessoria Jurídica. Em contato com o escritório, um advogado, colega de Vasconcelos, informou que não tem contato com o suspeito há duas semanas e que ele estaria realizando um trabalho fora da cidade.

Relembre o envolvimento dele com Macarrão

O defensor deixou o caso de Macarrão, ex-braço direito do goleiro Bruno Fernandes, em março de 2012, “por motivos pessoais”, antes de ele ser julgado e condenado a 15 anos de prisão pelo sequestro, cárcere privado e homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio, em 2010 – ele foi absolvido da acusação de ocultação de cadáver.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).