Inicio » Nacional » Expedição registra a seca no Alto São Francisco durante 14 dias pelo rio‏

Expedição registra a seca no Alto São Francisco durante 14 dias pelo rio‏

A partir de hoje, 15/09, uma expedição vai percorrer de barco o trecho do rio São Francisco entre a represa de Três Marias, em Minas Gerais, e a divisa com o estado da Bahia. A bordo, uma equipe de professores, cientistas, jornalistas, ambientalistas, dirigentes de entidades e organizações em defesa do rio dará vida ao projeto “Vidas Áridas no Velho Chico”, que pretende retratar, através de fotos, vídeos e documentos, o momento doloroso em que vive o São Francisco, especialmente a região do Alto, vítima da pior estiagem nos últimos anos. A expedição terá duração de 14 dias, encerrando-se no dia 28 de setembro.

Expedição registra a seca no Alto São Francisco durante 14 dias pelo rio‏
Expedição registra a seca no Alto São Francisco durante 14 dias pelo rio‏

O projeto “Vidas Áridas no Velho Chico” tem o apoio do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco e integra as ações em prol da necessária revitalização do rio. Durante a viagem, a equipe da expedição vai passar pelas seguintes cidades: Montes Claros, Três Marias, Pirapora, Ibiaí, São Romão, São Francisco, Pedra de Maria da Cruz, Januária, Itacarambi, Matias Cardoso e Manga.

O “Vidas Áridas” foi idealizado por jornalistas da Inter TV Grande Minas, afiliada da rede Globo no Norte de Minas, e conta com o apoio da emissora. A divulgação da expedição, no formato de uma série de reportagens, é um dos produtos finais do trabalho. Resultará, também, em um estudo técnico que estará em uma carta endereçada a autoridades e políticos. Também está previsto um livro, relatando todos os detalhes desta aventura da cidadania.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).