Inicio » Minas Gerais » Centro de Minas » MG – Bombeiros encerram quinto dia de buscas e operário segue desaparecido em Itabirito

MG – Bombeiros encerram quinto dia de buscas e operário segue desaparecido em Itabirito

O operador de retroescavadeira Adilson Aparecido Batista, de 44 anos, soterrado com o rompimento de uma barragem de rejeitos da Herculano Mineração em Itabirito, na região Central do Estado, na quarta-feira (10), segue desaparecido. As buscas promovidas pelo Corpo de Bombeiros nesta segunda-feira (15), pelo quinto dia consecutivo, foram sem sucesso. Os trabalhos serão retomados no início da manhã de terça-feira (16).

Adilson Aparecido Batista
Adilson Aparecido Batista

Conforme informações da corporação, 17 militares e três cães, da raça labrador, estão empenhados em localizar o paradeiro da vítima. Um drone, cedido pela Vale, também auxilia na operação do Corpo de Bombeiro.Desde sexta-feira (12), quando os farejadores da corporação localizaram um possível ponto em que o operário poderia estar, homens dos bombeiros direcionaram as buscas para o local em questão, no entanto, nada foi encontrado ainda.

Nesta segunda, segundo a Polícia Civil, a delegada que investiga o caso, doutora Mellina Clemente, ouviu dois ex-funcionários da empresa, uma engenheira de segurança, que ainda atua na mineração, e uma das vítimas sobreviventes. Os depoimentos que serão analisados fazem parte das investigações.

Acidente

O rompimento da barragem de rejeitos aconteceu na quarta-feira (10). O local estava desativado e recebia restos de lavagem do minério. Uma grande quantidade de rejeitos atingiu os operários e seus veículos – três caminhões, um Uno e duas retroescavadeiras. No momento do acidente, os funcionários faziam manutenção no local.

Morreram no acidente o topógrafo Reinaldo da Costa Melo, de 68 anos, e o operário Cristiano Fernandes Silva, de 32. Geraldo Moreira, de 42 anos, recebeu alto do Hospital João XXIII no mesmo dia em que ocorreu o rompimento. 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).