Inicio » Últimas » MG – Jovem é morta na frente da filha de 4 anos

MG – Jovem é morta na frente da filha de 4 anos

Uma discussão de casal terminou na morte de uma mulher de 20 anos, em Guanhães, no Vale do Rio Doce, na noite dessa quarta-feira (17). Rita Mariana Rodrigues de Miranda foi assassinada a tiros na porta da casa da mãe. O principal suspeito é o ex-companheiro da vítima, P.S.B.F., de 25 anos, que está foragido. A filha do casal, de 4 anos, presenciou o crime. 

MG - Jovem é morta na frente da filha de 4 anos
MG – Jovem é morta na frente da filha de 4 anos

A mãe de Rita contou à Polícia Militar (PM) que estava na rua quando recebeu uma ligação da filha pedindo que ela retornasse para a casa, porque ela estava sendo agredida pelo ex-companheiro. A testemunha disse que, quando chegou ao local, encontrou P.S.B.F. montado em uma motocicleta preta na porta da casa, com a neta na garupa e ordenando que Rita também subisse no veículo.

Ao ver a cena, a mãe da vítima contou que tirou a criança da motocicleta pouco antes que a filha recebesse mais uma ameaça ao se negar a atender o pedido do ex-companheiro. “Já que você não vai montar, eu vou te mostrar”, disse o suspeito, que desceu do veículo, sacou um revólver e correu atrás de Rita, disparando vários tiros na direção da moça. A mãe de Rita contou que tentou tirar o revólver das mãos do autor, mas não conseguiu. Após o crime, P.S.B.F. fugiu por uma rua que dá acesso ao centro da cidade. 

Quando os militares chegaram ao local, a vítima estava caída na calçada e sem sinais vitais. A perícia foi acionada, esteve no local e o corpo de Mariana foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Governador Valadares. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Guanhães, que já pediu a prisão preventiva do suspeito. Até o momento, ele não foi encontrado.

Histórico de agressão

A mãe da vítima contou à PM que o casal estava separado há cerca de 15 dias e que Rita Mariana estava morando em Belo Horizonte, por medo das ameaças do ex-companheiro.

Ainda de acordo com a mãe da moça, o suspeito já havia batido nela em outras ocasiões, inclusive na frente da filha, que chegou a contar para a avó que o pai havia derrubado uma porta durante uma biga do casal.

Apesar do relato, a Polícia Civil informou que a vítima nunca registrou ocorrência de agressão.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).