Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Advogado pede liberdade para Antônio Eustáquio Rodrigues ‘O Rei da Cachaça’

Norte de Minas – Advogado pede liberdade para Antônio Eustáquio Rodrigues ‘O Rei da Cachaça’

O advogado Maurício Campos, que defende o empresário Antônio Eustáquio Rodrigues, de 66 anos, conhecido como Rei da Cachaça, informou ontem que entrou comum pedido de habeas corpus para seu cliente. Considerado o maior produtor de cachaça artesanal do país, Rodrigues que está preso preventivamente pela suspeita de crimes sexuais contra adolescentes, em Salinas, Norte de Minas. O recurso ainda não foi julgado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). “Ele (Rodrigues) não oferece perigo nenhum e pode muito bem responder o processo em liberdade”, argumenta Campos, reiterando que seu cliente nega as acusações.

Antônio Eustáquio Rodrigues 'O Rei da Cachaça'
Antônio Eustáquio Rodrigues ‘O Rei da Cachaça’

Rodrigues está detido desde 12 de agosto, quando foi preso no escritório de sua empresa, em Salinas. Depois, foi transferido para a Penitenciária de Teófilo Otoni, onde permanece. Dois adolescentes – uma menina de 15 e um garoto de 14 – prestaram depoimentos ao Ministério Público Estadual e à polícia de Salinas, alegando que Antônio Rodrigues os convidou para ir até a fazenda dele, no município, onde teria acontecido contato sexual com os menores. Rodrigues também é suspeito de tentativa de homicídio.

Por Luiz Ribeiro

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).