Inicio » Internacional » África » África – Tropas dos EUA seguem à África para combater ebola

África – Tropas dos EUA seguem à África para combater ebola

A principal autoridade do Exército norte-americano afirmou que milhares de soldados serão enviados à África nos próximos 30 dias com o objetivo de implantar instalações e formar equipes de treinamento para ajudar no tratamento a vítimas do ebola.

Doença se propagou mais rápido do que o esperado
Doença se propagou mais rápido do que o esperado

Segundo o general Ray Odieno, a doença se propagou mais rápido do que o esperado, então os Estados Unidos precisam destacar pessoas e elevar os números rapidamente. O presidente Barack Obama prometeu mandar três mil soldados. O comandante militar do Exército e uma pequena equipe já chegaram na Libéria para as primeiras análises da situação.

Antes de enviar as tropas, Odierno afirmou que as forças armadas precisam ter certeza de que estão preparados para operar nesse ambiente, o que inclui a segurança dos trabalhadores da Saúde. As unidades militares que serão enviadas não foram identificadas. 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).