Inicio » Política » Eleições 2014 » Eleições 2014 – ‘Brasil está vendo que votar na Marina é trocar seis por meia dúzia’, diz Aécio

Eleições 2014 – ‘Brasil está vendo que votar na Marina é trocar seis por meia dúzia’, diz Aécio


Reviewed by:
Rating:
5
On 19 de setembro de 2014
Last modified:19 de setembro de 2014

Summary:

Eleições 2014 - 'Brasil está vendo que votar na Marina é trocar seis por meia dúzia', diz Aécio

O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, disse nesta sexta-feira (19) que seu nome começou a reagir nas pesquisas porque o eleitor esta começando a perceber que votar em Marina Silva é trocar “seis por meia dúzia”.

Eleições 2014 - 'Brasil está vendo que votar na Marina é trocar seis por meia dúzia', diz Aécio
Eleições 2014 – ‘Brasil está vendo que votar na Marina é trocar seis por meia dúzia’, diz Aécio

O tucano, que oscilou dois pontos para cima no Datafolha e diminuiu a diferença entre Marina, segunda colocada nas pesquisas, falou sobre o assunto após ato com sindicalistas em São Paulo.
“Está ficando claro que é trocar seis por meia dúzia”, afirmou quando questionado sobre o resultado do levantamento. No Datafolha, Marina caiu de 33% para 30% e Aécio oscilou de 15% para 17%.

A presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, abriu sete pontos e ampliou a vantagem sobre a candidata do PSB nas intenções de voto no primeiro turno da eleição. A petista oscilou um ponto para cima e atingiu 37%.

O tucano também fez duras críticas à presidente Dilma Rousseff (PT). Aécio disse que, se eleito, vai construir as 6.000 creches que ela prometeu em 2010 e teria entregado menos de 500. Ele disse ainda que os resultados da última Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), colam “um carimbo do fracasso na testa” do atual governo.

Os dados da Pnad mostram que o mais conhecido termômetro de concentração de riqueza, o índice de Gini, registrou leve piora no ano passado. O indicador sobre o rendimento do trabalho passou de 0,496 para 0,498 em 2013. Numa escala que vai até 1, quanto mais alto, maior é a desigualdade.

A presidente Dilma minimizou os dados da pesquisa e disse haver flutuação normal na estagnação da queda da desigualdade e taxa de desemprego pontual.

Folhapress
 

 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).