Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Falta de água faz a produção de Janaúba e região cair 20%

Norte de Minas – Falta de água faz a produção de Janaúba e região cair 20%

O clima é quente e a vegetação é seca. Mas, tendo água, o que se planta dá. O problema é que, no Norte de Minas, a água é escassa e a agricultura precisa da irrigação, que depende da chuva para manter rios e reservatórios cheios. Com o esvaziamento da barragem Bico da Pedra, desde maio de 2013 o Projeto Gorutuba está fornecendo apenas metade da água para irrigação em Janaúba e região.

Norte de Minas - Falta de água faz a produção de Janaúba e região cair 20%
Norte de Minas – Falta de água faz a produção de Janaúba e região cair 20%

O resultado salta aos olhos, nas plantações abandonadas. “A produção caiu em média 20%”, estima o presidente da Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), Jorge Luís de Souza. Segundo ele, os preços ainda não foram afetados, mas a qualidade da fruta sim. “Ainda não estamos em crise, mas a espada está apontada para a nossa cabeça”, diz Souza.

Sem ter água como antigamente, a saída para muitos produtores foi deixar de lado parte das lavouras. O produtor de banana Gustavo Lage, diretor da Banarica, em Nova Porteirinha, deixou de plantar 70 hectares (ha). Para cada ha plantado, o investimento é de R$ 25 mil. “Eu tinha 310 ha e reduzi para 240 ha. Estimo um prejuízo de aproximadamente R$ 900 mil. Sem falar no que deixei de ganhar, pois, cada ha produz em média 25 toneladas de banana. Cada ha daria cerca de mil caixas de banana por ano, ou seja, deixei de vender 70 mil caixas”, calcula Lage.

Ele investiu na perfuração de poços artesianos, como alternativa para salvar a qualidade das frutas e não perder mercado. “Num momento em que os produtores estão ganhando menos, ainda precisam investir mais”, afirma Lage.

Do lado da propriedade de Lage, a situação da fazenda Uvale foi ainda mais drástica. “Eram 388 ha e tivemos que abandonar 150 ha. E ainda tivemos que derrubar os pés, porque, se deixarmos, vira um laboratório para pragas”, conta o encarregado Laurimar Bento dos Santos. O dono da fazenda, Juarez Carlos de Oliveira, prefere nem contabilizar as perdas. “Se eu parar para fazer contas, eu desanimo”, lamenta. De 150 empregados, 30 foram demitidos.

O presidente da Associação dos Produtores Irrigantes da Margem Esquerda do Rio Gorutuba (Assieg), Oscar Magário, afirma que a quebradeira só não foi maior porque choveu em dezembro do ano passado. “Eu estou aqui ha 20 anos e ninguém nunca tinha visto uma seca como essa e ninguém sabia o que fazer. Então, juntamos os dois distritos, criamos uma comissão. Reduzimos a irrigação de seis dias para três dias e meio. A banana estava mal acostumada e tivemos uma perda de até 50%. Hoje, essa perda já foi reduzida para 35%”, conta.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).