Inicio » Mais Seções » Apple bate recorde e vende 10 milhões de iPhones 6 em três dias

Apple bate recorde e vende 10 milhões de iPhones 6 em três dias

A Apple vendeu mais de 10 milhões de unidades do iPhone 6 no primeiro fim de semana de lançamento, um recorde de vendas para a empresa, anunciou o grupo em um comunicado.

As vendas poderiam ter até sido melhores se os estoques estivessem disponíveis
As vendas poderiam ter até sido melhores se os estoques estivessem disponíveis

O número é um recorde para a Apple, que vendeu um milhão de aparelhos a mais que nos lançamentos dos modelos anteriores (5S e 5C), quando nove milhões de unidades foram comercializadas nos três primeiros dias de venda ao público.

“As vendas do iPhone 6 e do iPhone 6 Plus superaram nossas expectativas para o lançamento de fim de semana. Não poderíamos estar mais orgulhosos”, afirmou o CEO da empresa, Tim Cook, citado no comunicado.

“Queremos agradecer a todos os nossos clientes, que nos permitiram fazer o melhor lançamento de nossa história, quebrando todos os recordes estabelecidos até agora”, completou.

Segundo ele, as vendas poderiam ter até sido melhores se os estoques estivessem disponíveis. “Fizemos o melhor que podíamos para satisfazer os pedidos o mais rápido possível”, disse Cook.

A Apple não divulgou os números de vendas de cada modelo. Os preços do iPhone 6 e do iPhone 6 Plus (com telas de 11,9 cm e 14 cm, respectivamente) variam entre 199 e 499 dólares, de acordo com a capacidade de memória.

Os números anunciados pela Apple superam as expectativas dos analistas, que acreditavam em vendas entre sete e 10 milhões de unidades.

Mas os pedidos antecipados ao lançamento no mercado mostravam o impacto das vendas: a Apple recebeu mais de quatro milhões de pedidos antecipados para os dois novos modelos do iPhone em apenas 24 horas.

Durante o fim de semana, a empresa foi obrigada a administrar longas filas em lojas nos Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Japão, Cingapura, Reino Unido e Austrália, entre outros países. Até o fim do ano, o modelo estará disponível em cerca de 100 países.

No lançamento do iPhone 5 em 2012, a Apple vendeu mais de cinco milhões de aparelhos.

Para a Apple, este modelo é um marco na tentativa ganhar terreno em relação à concorrente Samsung, número um do mundo no mercado de smartphones.

A companhia coreana vendeu 74,3 milhões de smartphones no segundo trimestre, uma queda de 3,9% em um ano, mas mantém 25% de participação no mercado, de acordo com a empresa especializada em análises mercadológicas IDC.

A Apple está em segundo lugar, com 35,1 milhões de unidades vendidas no mesmo período de tempo, o que representa um aumento nas vendas de 12,4%, de acordo com a IDC. A empresa da maçã tem 11,9% de participação no mercado. No ano passado, tinha 13%.

O mercado mundial de smartphones continua em crescimento: 23,1% no segundo trimestre, com 295,3 milhões de unidades vendidas, um recorde, segundo a IDC.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).