Inicio » Mais Seções » Saúde – Campanha pretende conscientizar a população sobre a importância de ser doador de órgãos

Saúde – Campanha pretende conscientizar a população sobre a importância de ser doador de órgãos

A doação de órgãos no Brasil ainda ocorre de forma tímida. De acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), de cada dez pessoas abordadas, quatro se negam a doar os órgãos de seus familiares, dado que preocupa pois, atualmente, cerca de 30 mil pessoas aguardam na fila de espera. Medo e falta de informação são os principais motivos para a negativa.

Saúde - Campanha pretende conscientizar a população sobre a importância de ser doador de órgãos
Saúde – Campanha pretende conscientizar a população sobre a importância de ser doador de órgãos

Por esse motivo, a ABTO realiza, a partir desta segunda-feira (22) a Semana Nacional de Doação de Órgãos. Durante este período, que vai até o próximo domingo (28), será realizada uma campanha que pretende conscientizar os brasileiros sobre a importância da doação. A ideia é divulgar informações sobre a ação, bem como incentivar às pessoas a avisarem a seus familiares que desejam ser doadoras.

A campanha consiste em cada pessoa gravar um vídeo curto no Twitter ou no Facebook com a hashtag #prometodoar e fazer a seguinte promessa: ‘Eu SOU um Doador de Órgãos’. A campanha iniciou com o convite para todos os candidatos a fazerem essa promessa.

Segundo o Dr. Lucio Pacheco, presidente da ABTO, a recusa dos familiares ainda é um dos motivos para a falta de doadores e está relacionado à falta de manifestação da vontade de doação em vida.

“Sempre que o indivíduo se manifesta a favor da doação os familiares autorizam”, destaca. A importância da pessoa manifestar esse desejo em vida é porque, de acordo com a legislação brasileira de transplantes, a doação deverá ser consentida pelo familiar de até 2º grau.

Confira aqui mais detalhes sobre a campanha. Outras informações sobre doação de órgãos podem ser conferidas no site da ABTO (clique aqui).

Números

A lista de espera que tem o maior número de pessoas é para o transplante de rim, com 18 mil pacientes. Em segundo lugar, estão os que precisam de transplante de córnea (8 mil). Em seguida, vem fígado, com 1.350 pessoas na lista de espera, e, por último, coração e pulmão, com 250 e 196 respectivamente.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).