Inicio » Cultura MOC » Montes Claros – Lançamento do livro o “O padre que queria ser pai”

Montes Claros – Lançamento do livro o “O padre que queria ser pai”

Neste sábado, 27 de setembro, às 20:30, será lançado o livro “A outra face do espelho: Reflexões de um padre casado”, na Galeria de Artes do Centro Cultural Hermes de Paula. O autor é Geraldo Magalhães Zuba, mais conhecido como “Padre Zuba”, aposentado e pai de quatro filhos. Geraldo conta sua trajetória e reflexões sobre suas experiências.

A seguir, uma breve entrevista com Zuba, “o padre casado”:

QUAIS SÃO AS ABORDAGENS DO LIVRO?

O meu livro “A outra face do espelho: Reflexões de um padre casado” fala basicamente de minha vida. São histórias e reflexões sobre a época do sacerdócio, educação, vida, Deus e até mesmo de hipocrisia.

DE ONDE SURGIU A IDEIA DE ESCREVER UM LIVRO?

Bom, a princípio, quando eu era professor no colégio São Norberto, os alunos foram me incentivando a escrever um livro sobre a minha vida, a questão de ser padre e renunciar para casar e ter uma vida normal. Com o tempo fui amadurecendo esta ideia e depois de 20, 30 anos, resolvi enfim colocá-la em prática, tornando-a pública.

POR QUANTO TEMPO FOI PADRE? POR QUE DECIDIU SEGUIR ESSA CARREIRA?

Entrei para o seminário com apenas 13 anos e me tornei padre aos 25. Ao todo, segui essa carreira por 18 anos. Trabalhei na Igreja Matriz, no asilo São Vicente de Paulo, em Bocaiúva e várias outras (cidades). Decidi seguir o sacerdócio porque eu achava que esse seria o caminho certo, pois tinha (e tenho) muita vontade de mudar o mundo.

POR QUE O SENHOR DECIDIU LARGAR A CARREIRA DE PADRE?

Na Igreja eu fazia parte de um grupo de renovação (Teologia da Libertação), e eu sempre lutava muito por modificações, pois a Igreja tinha parado no tempo e no espaço. Foi a partir disso, aliado ao fato de que eu sempre quis muito ser pai, que decidi largar essa profissão. Em 1982, aos 42 anos, eu renunciei ao sacerdócio. Nunca aceitei unir dois pesos a duas medidas. Enquanto padre eu não podia me casar, então optei por sair, me casar e ter a minha família.

COMO O SENHOR ANUNCIOU QUE NÃO SERIA MAIS PADRE?

Bom, eu informei a minha renúncia a todos os presentes na Igreja, e naquele mesmo momento anunciei que me casaria com uma moça que estava sentada em meio ao público. Eu não saí porque eu me casei, eu casei porque saí.

E COMO FOI SUA ADAPTAÇÃO APÓS A RENÚNCIA?

Olha, não foi difícil. Eu já era professor na faculdade, na época, de Filosofia. Então já tinha contato com esse meio acadêmico. Agora quanto à mulher, pai… Eu era analfabeto. Tinha até medo de saber se conseguiria ou não ser pai.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros - PM procura por autores de roubo a posto de saúde no bairro Morada do Sol

Montes Claros – PM procura por autores de roubo a posto de saúde no bairro Morada do Sol

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).