Inicio » Esporte » Futebol – Em jogo enérgico, Formigão consegue terceira vitória seguida

Futebol – Em jogo enérgico, Formigão consegue terceira vitória seguida

O Funorte recebeu no último sábado, 27, o Coimbra, adversário da última partida do primeiro turno da Segundona do Mineiro, e teve trabalho para vencer em casa. O Formigão entrou em campo com 6 pontos na competição e precisava de uma vitória para seguir com boas chances de classificação para o hexagonal final. E conseguiu: vitória por 1 a 0 sobre o time de Belo Horizonte.

Futebol - Em jogo enérgico, Formigão consegue terceira vitória seguida
Futebol – Em jogo enérgico, Formigão consegue terceira vitória seguida

O atacante Perí, autor do único gol e que na comemoração recebeu o terceiro amarelo ficando de fora da próxima partida, falou da dificuldade que a equipe encontrou: “A gente não esperava que fosse ser assim. Na última partida, na casa deles, vencemos com certa facilidade mas aqui tivemos todos estes problemas”, lembrando do jogo contra o próprio Coimbra, pela última rodada do primeiro turno, quando o Funorte venceu o adversário por 2 a 0.

O Funorte entrou em campo com: Alexandre Villa no gol; Rodrigo Sena e Ícaro na zaga; Geison na lateral direita e Peu na esqueda; Os meias eram Anderson Toto e Léo Baiano; o quarteto ofensivo foi composto por Cesinha, Rômulo, Perí e Léo Andrade. No decorrer da partida, Léo Andrade, Perí e Rômulo deram lugar a Flávio Torres, China e Tiaguinho, respectivamente. O lateral Tiaguinho que por sua vez, estreou em jogos oficiais com a camisa do Formigão, após aproximadamente um mês afastado por contusão.

O primeiro tempo de jogo foi mais cadenciado, com as duas equipes se arriscando pouco. Nas poucas boas chances criadas na primeira etapa, aos 41′ o atacante Léo Andrade foi derrubado pelo adversário na área, mas o árbitro não viu irregularidade e mandou seguir, gerando reclamação dos jogadores e de parte da torcida que estava ali atrás do gol adversário.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Everaldo orientou os jogadores a valorizarem a posse de bola. “Começamos a alongar muito a bola. Quando colocamos a bola no chão, chegamos bem”, salientou. E os jogadores entenderam a mensagem. No segundo tempo, o Funorte criou muito mais e se deu ao luxo de perder muitas oportunidades de gol. Na mais clara delas, no primeiro minuto do segundo tempo, após cobrança de escanteio de Peu, Léo Andrade mergulhou para cabecear a bola, que saiu ao lado da trave direita do goleiro Paulo Victor.

Dois minutos depois, em ótima oportunidade, Perí foi derrubado sozinho na área. O árbitro Wagner Ferreira de Souza, mais uma vez, mandou seguir. O lance resultou em escanteio para o Formigão, cobrado com categoria por Peu. A bola tocou as redes por cima do gol, surpreendendo o goleiro adversário que quase viu um gol olímpico.

Aos 16′, Peu se distraiu e saiu com a bola pela lateral, próximo a bandeirinha de escanteio do adversário. O jogador chutou a bola contra o alambrado e levou o amarelo. Somado ao cartão recebido ainda na primeira etapa, após derrubar o atacante Ronald do Coimbra em lance de ataque adversário, o lateral recebeu o vermelho e deixou o campo visivelmente irritado consigo mesmo.

Para cobrir a lacuna deixada na lateral, o treinador sacou o atacante Léo Andrade para entrada do também atacante Flávio Torres, que jogou mais centralizado, deixando o Perí jogar mais pela esquerda. E funcionou bem.

Mesmo com um a menos, o Formigão não deixou de atacar. Aos 28′, após lance de ataque abafado pela defesa do Coimbra, a bola sobrou na área para Perí, sozinho, concluir com um tiro certeiro para os fundos da rede. Na comemoração, o atacante tirou a camisa e foi advertido com o terceiro cartão amarelo.

Para não arriscar perder mais um, o treinador Everaldo optou por tirar o Perí e colocou o volante China, dando mais consistência ao meio de campo, ainda um pouco aberto devido a expulsão do Peu. O jogo ficou mais árduo e com a desvantagem no placar o Coimbra buscou o ataque.

Aos 44′, o meia Anderson Toto também recebeu cartão amarelo por cortar a bola com a mão na entrada da área. Falta que foi cobrada pelo Coimbra sem grande perigo, saindo muito longe pela linha de fundo.

A partir daí, o jogo começou a ficar mais mais pegado e violento. O árbitro deu quatro minutos de acréscimo, que foi excedido em mais um. Não sem antes o Coimbra perder o zagueiro Bispo. Nos minutos finais, o Formigão buscou o ataque para aumentar a vantagem e liquidar a fatura. Aos 49′, com a bola já fora de campo em tiro de meta para o Coimbra, o zagueiro adversário agrediu covardemente o lateral Geison, fora de lance. O auxiliar Ricardo Júnio de Souza viu e alertou o árbitro, expulsando o defensor imediatamente. A partida foi encerrada após 50 minutos de bola rolando.

Ao final do jogo, Everaldo valorizou a imponência da equipe Tricolor e as chances criadas. “Nós treinamos muito as duas linhas de quatro. Tanto que agora, que ficamos com um a menos, a bola continuou sendo trabalhada”, abalizou o treinador. “Se fossem feitas estatísticas, poderia ser verificado que tivemos no mínimo 80% de posse de bola e chegamos bem”.

A equipe agora vai se preparar para pegar o Arsenal de Santa Luzia, em Sete Lagoas, na próxima sexta, 03. Com a terceira vitória seguida, o Funorte soma 9 pontos e está a um empate de garantir a classificação para o hexagonal final da Segunda Divisão do Mineiro, onde os dois primeiros conquistam o acesso para o Módulo II da Primeira Divisão.

Matéria e fotos: Cid Bruno

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).