Inicio » Internacional » América » EUA – “Ele mastigou meu braço”, diz homem que matou urso a facadas

EUA – “Ele mastigou meu braço”, diz homem que matou urso a facadas

Um homem conseguiu matar um urso a facadas, enquanto o animal abocanhava seu outro braço, em Minnesota, nos EUA. As informações são doDaily Mail.

Animal pesava cerca de 238 quilos
Animal pesava cerca de 238 quilos

Segundo a publicação, o americano – que não foi identificado – estava caçando na floresta com um grupo de amigos, na última sexta-feira à noite, quando disparou uma flecha contra o animal de cerca de 238 quilos.

Temendo que a carne do urso estragasse com o calor da noite, o grupo não esperou muito tempo para ir encontrar o animal atingido. No entanto, quando localizaram o urso, o animal não estava morto e abocanhou o braço do caçador.

Por cerca de dois minutos, o homem ficou com um braço dentro da boca do urso, enquanto o outro esfaqueava o animal. Foram necessários cerca de 20 golpes para matar o urso. “Ele estava mastigando meu braço”, disse o americano.

O caçador, que ficou com os dois braços quebrados e vários ferimentos no rosto, queixo, estômago e pernas, foi  levado para um hospital em Robbinsdale e sua saúde está estável. O corpo do urso foi levado pelos outros caçadores. 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).