Inicio » Economia » Índice do Medo do Desemprego cresceu 1,2% em setembro

Índice do Medo do Desemprego cresceu 1,2% em setembro

O Índice do Medo do Desemprego aumentou 1,2% em setembro na comparação com junho. Foi a sexta alta consecutiva do indicador, que alcançou 77 pontos, o maior desde novembro de 2009, segundo informou nesta quinta-feira (2) a Confederação Nacional da Indústria (CNI), na pesquisa trimestral Medo do Desemprego e Satisfação com a Vida.

Índice do Medo do Desemprego cresceu 1,2% em setembro
Índice do Medo do Desemprego cresceu 1,2% em setembro

Nos últimos seis meses, o Índice de Medo do Desemprego teve alta de 11,6%. Na comparação com setembro do ano passado, o indicador ficou 6,2% maior.

De acordo com a CNI, embora o temor com o desemprego esteja crescente, os brasileiros estão mais satisfeitos com a vida.

O Índice de Satisfação com a Vida, que registrou 103,8 pontos em setembro, é o maior desde março de 2013. O indicador ficou 0,7% superior ao registrado em junho deste ano e 0,6% acima do índice de setembro de 2013. De acordo com a pesquisa, foram dois trimestres consecutivos de crescimento do índice, o que não ocorre desde novembro de 2009.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre 5 e 8 de setembro.

Agência Brasil

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).