Inicio » Colunistas » Coluna – O Brasil pode melhorar

Coluna – O Brasil pode melhorar

Os petistas estão muito agastados com FHC. Por quê? Muito simples: Lula perdeu de FHC duas vezes e no primeiro turno. Lula ganhou duas vezes e elegeu Dilma Rousseff sempre no segundo turno, porque José Serra e Geraldo Alckmin esconderam FHC. Bastou Aécio Neves retirar do fundo da cartola FHC para periclitar outra vez a vitória de Lula. E assim dá para entender a raiva que os petistas nutrem pelo professor.

Brasileiros, vamos saudar! Agora com a ascensão de Aécio Neves, o país poderá respirar a mudança de que tanto se espera e suplantar a velha prática política da corrupção petista disseminada na área pública federal.

E a comprovação mais contundente da corrupção está no escândalo da Petrobras, cujo governo federal descaradamente sempre tem negado irregularidade, mesmo com as declarações dos presos Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef, os quais, através de delação premiada, resolveram dar nomes aos bois que receberam o butim, surrupiado do erário público.

E neste sórdido episódio, a presidente Dilma, sem escrúpulo, afirma que havia demitido o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, mas reportagem do Globo mostrou com exclusividade ata de reunião estatal, que fala em “renúncia” do ex-diretor. Essa é a forma desgastada do PT de sempre escamotear a verdade. E é assim que o PT governa o país, enganando a sociedade.

Observem a forma sorrateira de agir o PT nas eleições, conforme notícia do Estadão: “O procurador da República Frederick Lustosa de Mello deu prazo de 30 dias para que a presidente Dilma Rousseff dê explicações sobre as suspeitas de uso político dos Correios para beneficiar sua campanha à reeleição. Uma investigação preliminar foi instaurada pela Procuradoria da República no Distrito Federal, com base em representação do PSDB, partido do seu adversário na disputa pelo 2.º turno, Aécio Neves.

O pedido de apuração se baseou em reportagem do Estado que revelou o envio de 4,8 milhões de panfletos da campanha petista em São Paulo sem chancela – selo de controle que permite conferir a quantia de material enviado. O PSDB incluiu na representação um vídeo, também revelado pelo Estado, no qual o deputado estadual Durval Ângelo (PT-MG) diz que Dilma só aumentou suas intenções de voto em Minas Gerais porque “tem dedo forte dos petistas dos Correios” atuando na campanha.”

O galope de Aécio Neves para vencer o segundo turno assusta o PT. Pois é o único candidato que reúne condições de reverter a sensação estranha de déjà-vu no Brasil: contas públicas, números pífios da economia, gastos públicos sem controle, inflação em alta, falta de investimento na produção etc.

O resultado do primeiro turno mostra um país dividido entre Norte/Nordeste e Centro-Sudeste, onde este representa a vontade de passar o país a limpo e sem corrupção, enquanto aquele permanece estagnado, subjugado às esmolas do governo federal em troca de votos e sem nenhuma expectativa positiva de melhores dias.

Assim, a região Norte/Nordeste tem que romper com o assistencialismo espúrio – escolhendo uma alternativa política capaz de soerguer a região -, votando no PSDB de Aécio Neves e apoiado pelo PSB de Marina Silva.

Júlio César Cardoso

Bacharel em Direito e servidor federal aposentado

Balneário Camboriú-SC

Júlio César Cardoso
Júlio César Cardoso
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).