Inicio » Mais Seções » Facebook ainda não tem planos para lucrar com WhatsApp

Facebook ainda não tem planos para lucrar com WhatsApp

O Facebook, que concluiu a aquisição do serviço de mensagens móveis WhatsApp na segunda (6), não tem planos no curto prazo para gerar dinheiro com o serviço. Pelo menos é o que afirmou o presidente-executivo da empresa, Mark Zuckerberg, nesta quinta (9).

Facebook ainda não tem planos para lucrar com WhatsApp
Facebook ainda não tem planos para lucrar com WhatsApp

Zuckerberg, que está visitando a Índia para participar de um evento para impulsionar o uso da internet, não deu detalhes sobre o que sua afirmação significa na prática para os usuários do aplicativo de mensagens.

Quando sua compra foi anunciada, muitos vocalizaram receios de que o Facebook usasse dados coletados no mensageiro para lucrar com publicidade direcionada.

Estimada inicialmente em US$ 19 bilhões, a compra do WhatsApp pelo Facebook teve seu preço aumentado em mais US$ 3 bilhões –para cerca de US$ 22 bilhões– devido ao valor mais alto das ações do Facebook nos últimos meses.

Folhapress
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).