Inicio » Mais Seções » Saúde – Japão autoriza uso de medicamentos experimentais contra o ebola

Saúde – Japão autoriza uso de medicamentos experimentais contra o ebola

O governo japonês vai permitir o uso de medicamentos experimentais contra o ebola, desenvolvidos por empresas nipônicas e que já foram testados em vários países, apesar de nenhum ter sido aprovado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Saúde - Japão autoriza uso de medicamentos experimentais contra o ebola
Saúde – Japão autoriza uso de medicamentos experimentais contra o ebola

O Ministério da Saúde está elaborando um plano específico para autorizar o uso de fármacos no caso de contágios no país e se os pacientes se responsabilizarem, informa a TV NHK.

Os medicamentos serão administrados a doentes que tenham dado a sua autorização depois de informados dos efeitos secundários observados na fase de testes.

O antigripal Avigan, feito por laboratórios do grupo japonês Fujifilm, é um dos poucos usados atualmente de forma experimental para tratar o ebola, ainda que a sua efetividade não tenha sido provada clinicamente, nem a sua utilização autorizada pela OMS.

Agência Brasil
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Montes Claros – Confira os destaques policiais das últimas 24h

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 7 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).