Inicio » Esporte » F1 – Entenda como Fernando Alonso virou peça-chave do mercado da F1 para 2015

F1 – Entenda como Fernando Alonso virou peça-chave do mercado da F1 para 2015

Lewis Hamilton? Nico Rosberg? Nenhum deles: o nome de mais destaque do noticiário da Fórmula 1 nesta reta final de temporada é o de Fernando Alonso. Não pelo que acontece na pista, mas fora dela – afinal, o espanhol da Ferrari se transformou em uma espécie de “mola mestra” para do mercado da categoria para 2015.

F1 - Entenda como Fernando Alonso virou peça-chave do mercado da F1 para 2015
F1 – Entenda como Fernando Alonso virou peça-chave do mercado da F1 para 2015

O esperado anúncio de Alonso na McLaren irá definir boa parte das duplas que devem ocupar as primeiras filas no próximo ano. Williams e Red Bull já têm seus pilotos escalados, enquanto a Mercedes ainda vê boatos a respeito do espanhol. Como tais rumores não devem avançar por interesse da própria Mercedes, restam apenas a definição de Ferrari e McLaren.

Alonso deve ir para a McLaren, permitindo que Sebastian Vettel ocupe seu assento na Ferrari. A única alternativa para isso neste momento é ter Vettel na McLaren e Alonso permanecendo no time italiano. No entanto, não é o que indica o noticiário internacional. Hamilton não deve ir para a Ferrari, e Alonso não deve ocupar sua vaga ao lado de Rosberg. Confira como estão as negociações.

Na Mercedes, sem espaço para Alonso em 2016

Lewis Hamilton tem contrato até o final de 2015, enquanto Nico Rosberg tem contrato até o final de 2016. Com base neste cálculo, a imprensa (principalmente espanhola) passou a especular a possibilidade de Fernando Alonso deixar a Ferrari no fim de 2014, pilotar pela McLaren por um ano em 2015 e substituir Hamilton no time prateado em 2016. O espanhol poderia até tirar um ano sabático na próxima temporada.

Nada disso, no entanto, deve acontecer. “Temos contrato com nossos dois pilotos para 2015, e queremos continuar com nossa atual dupla”, disse Toto Wolff, diretor-executivo da Mercedes, segundo o site ESPN F1 Live. “Estes dois garotos são parte do sucesso da equipe. Eles se conhecem bem e se respeitam. No momento em que você coloca alguém na briga, pode atrapalhar o desempenho. Por isso, nossa prioridade é continuar com Lewis e Nico além de 2015”, acrescentou.

A conversa entre Hamilton e Mercedes a respeito da renovação de contrato irá acontecer apenas após o fim da temporada 2014. O britânico chegou a ser especulado na Ferrari, mas assumir a vaga de Fernando Alonso é uma possibilidade menor. Desta forma, a Mercedes não deve ter novidades em sua escalação nos próximos dois anos.

Sem Mercedes, Alonso deve correr na McLaren em 2015 (e 2016)

Com as portas da Mercedes fechadas para Fernando Alonso, são cada vez mais fortes os rumores de que o espanhol correrá pela McLaren em 2015. No entanto, Eric Boullier, diretor da equipe inglesa, diz que “ainda não há uma decisão” a respeito dos pilotos da equipe para a próxima temporada. Questionado a respeito, Boullier despistou, mas deu a entender que o time não está satisfeito com o desempenho da atual dupla de pilotos.

“Precisamos de uma mistura de experiência e vontade. Neste momento de recuperação para a McLaren, preciso de um impulso, então nossa dupla de pilotos precisa impulsionar a moral e a determinação da equipe para alcançarmos o mais rápido possível o nível que desejamos estar”, disse o dirigente, em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

Desta forma, a McLaren implicitamente descarta a manutenção da dupla formada por Jenson Button e Kevin Magnussen em 2015. Além disso, a exigência por experiência afasta a possibilidade de uma dupla formada por Magnussen e pelo belga Stoffel Vandoorne, piloto de testes do time. Mas… E uma dupla formada por Jenson Button e Fernando Alonso? Pode acontecer.

“Estamos trabalhando em uma estratégia para os próximos anos, no plural, o que significa que podemos ter um (outro) grande nome agora (referindo-se a Alonso), ou dois grandes nomes para o próximo ano. Ou podemos permanecer com um grande nome (Button), e depois com dois grandes nomes em 2016 (…). Temos que ver quem está no mercado para 2015, mas também quem está disponível em 2016. Talvez nomes diferentes apareçam até lá”, afirmou.

Sem Alonso, Ferrari terá Vettel (mas só no ano que vem)

Dentre as muitas mudanças esperadas para 2015, uma das poucas que já são oficiais é a saída de Sebastian Vettel da Red Bull após 2014. Seu nome é esperado para ocupar a vaga de Fernando Alonso na Ferrari – e até mesmo a equipe austríaca já admite que a equipe italiana deve ser o destino do tetracampeão.

“A Ferrari continua sendo o grande nome da Fórmula 1. É mitológico, então todo piloto imagina correr lá na carreira”, disse Helmut Marko, conselheiro automobilístico da Red Bull, ao site oficial da Fórmula 1. “Sebastian já foi campeão quatro vezes. Agora, é hora para o mitológico. Acho também que o momento para a mudança é ideal – a Ferrari está em baixa, e, nesta situação, você pode exigir suas condições”, completou Marko.

Isso não quer dizer que a Red Bull vá liberar Vettel para se apresentar a sua futura equipe antes do fim de novembro de 2014. Dietrich Materschitz, dono da Red Bull, garantiu no final de semana que o alemão só estará livre em 29 de novembro, quando termina seu contrato. “Só depois disso é que ele se torna livre de contrato”, afirmou, segundo o site da revista Autosport, prometendo igualdade de tratamento entre os pilotos até o fim de 2014.

E Alonso?

O espanhol é peça-chave do mercado da Fórmula 1 para 2015. A partir da definição de seu futuro, define-se a dupla da McLaren e a da Ferrari com uma tacada só. O bicampeão, entretanto, não tem pressa para tornar público seu destino.

“Eu entendo a curiosidade e entendo os fãs. As notícias estarão por aí no futuro, não se preocupem. Apenas relaxem, aproveitem, e quanto o momento de saber chegar, vocês saberão”, disse Alonso à Autosport.

“Minha mente está pronta para os últimos dois ou três meses (do ano), e vocês entenderão que isto é obviamente o que eu farei. Farei o melhor para o meu futuro e o melhor para o futuro da Ferrari, porque esta tem sido minha prioridade por anos. Então, minha decisão dentro e fora da pista foi ajudar esta equipe fantástica, e continuo feliz com o que temos”, despistou.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).