Inicio » Política » Eleições 2014 » Eleições 2014 – Irmã de Lula faz vídeo pedindo votos para Aécio Neves

Eleições 2014 – Irmã de Lula faz vídeo pedindo votos para Aécio Neves

Foi divulgado nesta semana um vídeo onde Lindinalva Silva, irmã do ex-presidente Lula, pede votos para o candidato Aécio Neves. Para justificar o apoio ao tucano, Lindinalva apresenta uma folha de papel, dizendo que ali estão leis e projetos criados por Dilma, embora apresente a folha de cabeça para baixo. As letras são pequenas e não permitem a leitura do texto, que aparece rapidamente na gravação.

Eleições 2014 - Irmã de Lula faz vídeo pedindo votos para Aécio Neves
Eleições 2014 – Irmã de Lula faz vídeo pedindo votos para Aécio Neves

“No vídeo ele alega estar fazendo uma escolha pelo país. “No dia 26 de outubro votem em Aécio Neves”, pede, antes de afirmar que está pensando no “Brasil todo, principalmente nos Cristão”(SIC).

Lindinalva Silva foi candidata a vereadora em Cuiabá pelo PTB em 2012, partido ao qual ela continua filiada. Lindinalva também foi assessora de gabinete do ex-prefeito de Cuiabá Wilson Santos, do PSDB durante a gestão do tucano, para quem ela também pediu votos.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).