Inicio » Nacional » Brasil – Homem é condenado a 32 anos de prisão por engravidar filha sete vezes

Brasil – Homem é condenado a 32 anos de prisão por engravidar filha sete vezes

Um homem foi condenado a 32 anos e seis meses de prisão, por estuprar a própria filha. Martins da Conceição teria engravidado a garota sete vezes, segundo a sentença decretada pela Justiça, nesta quinta-feira (23), em Riachão, no Maranhão. O homem abusava da menina desde quando ela tinha 14 anos de idade. A esposa de Martins, mãe da menina, foi absolvida do caso.

Brasil - Homem é condenado a 32 anos de prisão por engravidar filha sete vezes
Brasil – Homem é condenado a 32 anos de prisão por engravidar filha sete vezes

Vivendo em condições insalubres, a menina teria sido violentada fisicamente, psicologicamente, sofrido ameaças e maus tratos. Ela também era mantida pelo homem em cárcere privado. Segundo o Ministério Público, uma denúncia anônima feita pelo Conselho Tutelar permitiu que os fatos viessem à tona.

Condenado à 25 anos de prisão por estupro continuado, o homem também foi sentenciado a mais sete anos e seis meses de prisão relativos aos crimes de sequestro e cárcere privado. Entretanto, devido ao estado de saúde delicado de Martins da Conceição, ele poderá ficar em prisão domiciliar para apelar a decisão.

As informações são do portal de notícias G1. 

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).