Inicio » Internacional » América » EUA – Médico é diagnosticado com ebola em Nova Iorque

EUA – Médico é diagnosticado com ebola em Nova Iorque

Um médico que recentemente voltou para Nova Iorque após tratar pacientes com ebola na África Ocidental foi diagnosticado com a doença na noite desta quinta-feira, de acordo com uma autoridade a par do assunto.

Craig Spencer voltou para Nova Iorque após tratar pacientes com ebola na África Ocidental.
Craig Spencer voltou para Nova Iorque após tratar pacientes com ebola na África Ocidental.

Craig Spencer, de 33 anos, trabalha para a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) e é a quarta pessoa diagnosticada com ebola nos Estados Unidos (EUA). O médico contraiu o vírus tratando pacientes em Guiné, na região oeste da África.

O médico foi levado às pressas ao Hospital Bellevue, em Manhattan, após sentir febre e sintomas gastrointestinais nesta quinta-feira (23). Spencer está em quarentena, internado num quarto especialmente desenhado para controlar a propagação do vírus.

O prefeito de Nova Iorque, Bill de Blasio e o governador Andrew Cuomo devem se pronunciar sobre o assunto às 9h de sexta-feira (24), em coletiva à imprensa.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).