Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Infraestrutura ferroviária do Norte de Minas em pauta‏

Norte de Minas – Infraestrutura ferroviária do Norte de Minas em pauta‏

Nesta terça-feira, 28 de outubro, a Agência de Desenvolvimento da Região Norte de Minas – ADENOR – reunirá representantes de entidades de classe e órgãos de fomento para apresentar um estudo sobre a viabilidade da Infraestrutura Ferroviária para a Região do Grande Norte de Minas. O objetivo é mobilizar e integrar as lideranças das instituições públicas, privadas e sociais em favor do desenvolvimento sustentável da região.

O Seminário traz os temas “A Nova FCA e a Ferrovia Grande Minas" e “Trens regionais de Passageiros"
O Seminário traz os temas “A Nova FCA e a Ferrovia Grande Minas” e “Trens regionais de Passageiros”

O presidente da ADENOR, Pávilo Miranda, destaca que há algum tempo as entidades ACI, Sociedade Rural, Fundetec, CDL, Sicoob Credinor, Sindicato Rural, Sicoob Credinosso, Fiemg, Intertv e Codemc têm se reunido regularmente para tratar de temas relacionados ao desenvolvimento regional.  Dentre os projetos de interesse regional debatidos, está a questão da Ferrovia que a maioria das pessoas/entidades ouve falar, mas que não têm muita fundamentação, inclusive, para defender como mais uma “bandeira” para o desenvolvimento do Norte de Minas.

Há algum tempo o Pávilo foi convidado para participar de um Workshop no Governo de Minas que apresentou um estudo sobre a Viabilidade da Ferrovia na região e o Governo de Minas contratou uma consultoria para realização do referido estudo. O evento mostrará um panorama das ações do Governo Federal nesta mesma linha.

Para Dario Colares, Diretor de Desenvolvimento Regional da ADENOR, o Seminário Técnico da Ferrovia vem esclarecer sobre o tema e fazer com que todas as lideranças tenham um pensamento único na defesa do crescimento regional
Para Dario Colares, Diretor de Desenvolvimento Regional da ADENOR, o Seminário Técnico da Ferrovia vem esclarecer sobre o tema e fazer com que todas as lideranças tenham um pensamento único na defesa do crescimento regional

“O desenvolvimento está ligado à infraestrutura e no que se refere à ferrovia queremos ampliar o meio de escoação da produção, atrair de empresas e diminuir de custos de transporte em geral”, explica Pávilo Miranda. Para Dario Colares, Diretor de Desenvolvimento Regional da ADENOR, o Seminário Técnico da Ferrovia vem esclarecer sobre o tema e fazer com que todas as lideranças tenham um pensamento único na defesa do crescimento regional. É importante destacar que uma ferrovia não beneficia apenas uma cidade, mas toda a região, assim vamos contribuir para a descentralização do desenvolvimento.

 No Seminário, o Painel I “A Nova FCA e a Ferrovia Grande Minas – Perspectivas para o desenvolvimento do Norte de Minas”, terá palestra de Luiz Antônio Athayde, subsecretário de Investimentos Estratégicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais. O Painel II “Trens regionais de Passageiros – Uma necessidade que se impõe”, terá o palestrante José Queiroz de oliveira, Assessor da diretoria da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, coordenador do grupo de Trabalho Trens de Passageiros. O evento terá início às 19h, no auditório do Sicoob Credinor, na Rua Pires e Albuquerque, 522 – Centro.

Mais informações e confirmação de presença pelo e-mail atendimento@adenormg.com.br ou (38) 2101 3319/8401 1569.

Agência Mosaico

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).