Inicio » Esporte » Brasileirão 2016 » Brasileirão 2014 – Cruzeiro cede empate ao Figueira nos acréscimos, mas segue líder

Brasileirão 2014 – Cruzeiro cede empate ao Figueira nos acréscimos, mas segue líder


Reviewed by:
Rating:
5
On 25 de outubro de 2014
Last modified:15 de dezembro de 2014

Summary:

Brasileirão 2014 - Cruzeiro cede empate ao Figueira nos acréscimos, mas segue líder

O Cruzeiro não conseguiu fazer uma exibição brilhante contra o Figueirense, e mesmo saindo na frente no placar não conseguiu segurar a vantagem e ficou no empate em 1 a 1, em jogo realizado neste sábado, no estádio Orlando Scarpelli. Mesmo deixando de somar mais dois pontos, a vantagem da Raposa na ponta do Brasileiro ainda é grande, com favoritismo mineiro para chegar ao título.

Marquinhos abriu o placar ainda na primeira etapa
Marquinhos abriu o placar ainda na primeira etapa

O primeiro gol do jogo foi anotado em lance iniciado por Ceará, que cobrou lateral direto na área do Figueirense, a zaga cochilou, e o atacante Marquinhos antecipou a todo mundo para mandar para as redes. Nos acréscimos do segundo tempo, os catarinenses empataram com Pablo, em chute de fora da área. O Cruzeiro segue líder com 61 pontos contra 36 do Figueirense, que ainda corre risco de rebaixamento.

Na sequência do Brasileirão, o líder Cruzeiro terá pela frente o Botafogo, jogo marcado para o dia 2 de novembro, no Mineirão, mas antes a Raposa recebe o Santos, pela semifinal da Copa do Brasil. Já o Figueirense terá compromisso no mesmo dia, mas visitando o Sport, jogo confirmado para a Ilha do Retiro.

O jogo – O jogo no Orlando Scarpelli começou bastante movimentado, com as duas equipes buscando o ataque. Em casa, o Figueirense procurou ser agressivo contra o líder, mas a Raposa naturalmente possui vocação para atacar, por isso, o confronto agradou pela vontade dos atletas em campo. Se em alguns momentos faltou qualidade técnica, disposição sobrou em Florianópolis.

Após um esboço de pressão dos catarinenses, o Cruzeiro acertou melhor a marcação no meio-campo e passou a ter mais posse de bola, que não rendeu o controle da partida, mas manteve o duelo equilibrado porque o Figueira apostou nos contra-ataques com muita rapidez. Nos lances de bola parada os zagueiros da equipe da casa se aventuraram como atacantes, dando trabalho aos defensores mineiros.

O técnico Marcelo Oliveira optou por poupar o lateral Mayke e o volante Lucas Silva, com isso, o Cruzeiro perdeu na qualidade de passe e na saída de bola, obrigando Everton Ribeiro e Ricardo Goulart retornarem no campo de defesa para armar a equipe. Com isso, Marquinhos e Marcelo Moreno ficaram carentes de boas assistências.A boa marcação do Figueirense também dificultou as ações cruzeirenses, porém, sobrecarregou Giovanni Augusto que teve a responsabilidade de organizar a equipe da casa. O técnico Argel Fucks tentou inverter as posições dos atacantes Mazola e Marcão, mas a estratégia não surtiu o efeito esperado.

No momento em que o jogo começava a perder em intensidade, o Cruzeiro tratou de aproveitar bobeada defensiva dos catarinenses para abrir os trabalhos no Orlando Scarpelli. Aos 35, Ceará cobrou lateral direto na área do Figueirense, a zaga cochilou, e o atacante Marquinhos antecipou a todo mundo e desviou para as redes, em gol muito comemorado pelos mineiros.

Na volta para o segundo tempo, o Figueirense procurou exercer pressão e cima dos visitantes, criando algumas chances para empatar o jogo, mas o time de Argel Fucks deu muitos espaços para os contragolpes da Raposa. Os mineiros, porém, executaram os ataques com pouca eficiência permitindo a recuperação da zaga alvinegra.

Com uma postura bem diferente do Cruzeiro de jornadas anteriores, a equipe de Belo Horizonte mostrou um jogo lento na etapa final, deixando os catarinenses animados para buscar o empate. Visivelmente, os atletas celestes sentiram o desgaste pelo excesso de jogos, o que pode explicar a baixa produtividade do time.

Na tentativa de buscar o gol da igualdade, o treinador do Figueira fez o possível, colocando o time mais ofensivo, mas esbarrou na falta de qualidade e inspiração dos seus comandados. A insistência dos catarinenses, porém, foi premiada aos 46 minutos, em chute de fora da área de Pablo, que acertou o ângulo de Fábio, garantindo um pontinho no apagar das luzes.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 1 X 1 CRUZEIRO

Local : Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 25 de outubro de 2014, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves/ES (ESP-2)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence/GO (ESP-2) e Leonardo Mendonça/ES (CBF-1)
Cartões amarelos : (Figueirense) Thiago Heleno (Cruzeiro) Lucas Silva
GOLS:
FIGUEIRENSE: Pablo, aos 46 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO: Marquinhos, aos 35 minutos do primeiro tempo
FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; Jefferson, Marquinhos, Thiago Heleno e Roberto Cereceda; Paulo Roberto, França (Léo Lisboa), Marco Antônio e Giovanni Augusto (Clayton); Mazola e Marcão (Pablo)
Técnico: Argel Fucks
CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Willian Farias), Nilton, Everton Ribeiro (Willian) e Ricardo Goulart (Lucas Silva); Marquinhos e Marcelo Moreno
Técnico: Marcelo Oliveira

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).