Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Corrupção na Câmara Municipal de Jaíba

Norte de Minas – Corrupção na Câmara Municipal de Jaíba

Presidente da Câmara de Jaíba é denunciado por corrupção e desvio de dinheiro público.

Presidente da Câmara de Jaíba é denunciado por corrupção e desvio de dinheiro público.
Presidente da Câmara de Jaíba é denunciado por corrupção e desvio de dinheiro público.

Pelo menos cinco vereadores da oposição política em Jaíba, dois advogados, um comerciante e um empresário estariam envolvidos em uma série de irregularidades em que utilizavam dinheiro público para se auto-beneficiarem através da Câmara Municipal de Jaíba, hoje apelidada de “Casa da Moeda”. O esquema em tese seria liderado pelo atual presidente da Câmara Júnior Leonir ou “Júnior da Maqtel” (PSDB) – foto E – e tanto a forma e os modos de como o dinheiro era desviado foi denunciado pelo vereador Elias Santos Silva “Elias do Açougue” (PHS) ao MP – Ministério Público em Montes Claros na semana passada, oportunidade em que o vereador também acabou confessando a sua própria participação nos desvios. Informações dão conta de que Elias teria procurado o MP por interesse próprio e então afirmado que de fato recebeu de Leonir cerca de quatorze diárias (R$ 1 mil cada uma), as quais deveriam ter sido legalmente utilizadas para viagens fora do município, contudo, ele só teria viajado uma só vez. Elias tem até o dia 22 do próximo mês para devolver aproximadamente R$ 13 mil reais aos cofres públicos do município.

VEREADORES ENVOLVIDOS
Além de Júnior da Maqtel, segundo “Elias do Açougue” estariam também participando da corrupção os vereadores Noelson – PSL (já envolvido em fraude beneficiária do programa Bolsa Família), Zé Geraldo (PSDC), Fernandin “o filho de Jaíba” – PSDB (autor do derrame de cédulas de R$ 50,00 falsas em Jaíba) e “Eltin Enfermeiro (PMDB) (apontado por testemunhas de estar aparentemente embriagado/drogado ao destruir parte do posto de saúde no bairro Cidade Nova no ano passado e causar um prejuízo ao município de mais de R$ 11 mil). Todos estes “nobres” vereadores recebiam indevidamente as diárias assim como Elias e agora correm o risco de serem judicialmente afastados dos seus respectivos cargos, sem prejuízo das sanções penais que pode culminar em formação de quadrilha.
ADVOGADOS E OUTROS ENVOLVIDOS
A revelação bombástica do vereador, ainda teria informado que dois advogados que atuam pela Câmara recebiam mensalmente o valor de seus salários em dobro, mas o valor em excesso era devolvido à Leonir “por fora” que por sua vez o dividia entre o empresário e ex-vereador Lindomar Correia “Correinha” e o comerciante conhecido como “Reginaldo do Jaíba Fértil”, ambos pretensos candidatos à prefeito e vice de Jaíba em 2016. Haveria mais funcionários da Câmara envolvidos, mas os nomes não foram revelados à reportagem do “Mais TEMPO notícias”. Também pesaria contra Leonir a contratação sem licitação do jornal “Folha de Jaíba” cujo editor seria pago para direcionar as notícias tão somente a favor dos dois aludidos pretensos candidatos a prefeito, sem contar que, em tese, Leonir teria contraído um empréstimo no valor de R$ 50 mil e repassado a Reginaldo. O editor do jornal também vai enfrentar um processo judicial por calúnia/injúria/difamação movido pela vereadora Lena do Posto.
A atitude de Elias, no entanto, pegou de surpresa o vereador-presidente Júnior Leonir, mas ao que tudo indica ele já sabia do risco que correria e por isso, tentou desviar o foco de uma possível investigação que poderia sofrer pelo cometimento de suas supostas maracutaias para a prefeitura municipal, quando permitiu que uma denúncia anônima fosse lida de forma irregular que contraria o regimento interno da Câmara, cujo bojo, indicava o nome do prefeito Enoch, alguns de seus secretários municipais, comerciantes, entre outros em supostos desvios de dinheiro público.
A carta anônima, porém, segundo suspeitas e informações, pode ter sido elaborada a mando do próprio presidente com o auxílio do vereador Welton Luiz “Eltin Enfermeiro” (PMDB), advogados e o suposto “repórter investigativo” conhecido nas redes sociais (facebook) como Fábio Oliva o qual supostamente teria sido contratado por Leonir para ajudar a desestabilizar a administração do prefeito Enoch para culminar no afastamento judicial ou perda do seu mandato e conseqüentemente na posse de Leonir como prefeito de Jaíba o que beneficiaria financeiramente o empresário Lindomar Correia “Correinha” e Reginaldo. O MP após as denúncias de Elias, teria instaurado inquérito para apurá-las enquanto a Polícia Civil de Jaíba, a pedido da advogada e procuradora do município tenta descobrir o/os verdadeiro (s) autor (es) da forjada carta.
Por R. Oliva – Mais Tempo
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).