Inicio » Nacional » Brasil – Casos da febre chikungunya já chegam a 828

Brasil – Casos da febre chikungunya já chegam a 828

O número de casos da febre chikungunya, o vírus “primo” da dengue, chegaram a 828 até 25 de outubro, segundo informou o Ministério da Saúde na noite desta quarta-feira (29).

Brasil - Casos da febre chikungunya já chegam a 828
Brasil – Casos da febre chikungunya já chegam a 828

Desse total, 39 são casos importados, ou seja, de brasileiros que se infectaram no exterior. Os demais 789 são infecções autóctones, ocorridas dentro do território nacional. A quase totalidade dos casos está concentrada em municípios baianos e no Oiapoque (AP). Um caso foi registrado em Minas Gerais.

Este é o primeiro ano que o país registra casos nacionais de chikungunya. Antes disso, apenas três casos haviam sido identificados no Brasil, todos importados, em 2010.

O vírus chikungunya tem sintomas muito semelhantes aos da dengue, e o mesmo tratamento. Ele transmitida por mosquitos do gênero Aedes, sendo o Aedes aegypti e o Aedes albopictus, os mesmos transmissores da dengue. Diferentemente da dengue, o chikungunya tem menor potencial de se transformar em uma doença grave.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).