Inicio » Internacional » América » EUA – Enfermeira dos Estados Unidos desafia quarentena e sai de casa

EUA – Enfermeira dos Estados Unidos desafia quarentena e sai de casa

A enfermeira que jurou desafiar o programa de quarentena imposto pelo Maine nos Estados Unidos (EUA) quebrou pela segunda vez o isolamento nesta quinta-feira para um passeio de bicicleta com o namorado. A enfermeira Kaci Hickox garante que não precisa ficar em casa porque não apresentou nenhum sintoma do ebola até o momento e, portanto, não pode transmitir o vírus para outras pessoas.

No passeio de bicicleta, Kaci foi acompanhada por policiais, que não puderam forçá-la a retornar para casa
No passeio de bicicleta, Kaci foi acompanhada por policiais, que não puderam forçá-la a retornar para casa

Autoridades do Maine, contudo, chegaram a forçá-la a viver em quarentena por uma semana, até que Kaci denunciou sua condição e o caso ganhou repercussão nacional. Desde então, ela voltou para a casa que divide com o namorado para terminar o período de isolamento, previsto até o dia 10 de novembro.

No passeio de bicicleta, Kaci foi acompanhada por policiais, que não puderam forçá-la a retornar para casa. Autoridades pretendiam ir à Justiça para tentar mantê-la em isolamento, mas pode ser difícil que um juiz aceite a condição, contrariando as orientações de entidades médicas internacionais e dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos EUA.

Na primeira vez em que quebrou a quarentena voluntária, Kaci falou a repórteres e chegou a apertar a mão de uma pessoa. “Eu não estou disposta a ficar aqui e deixar meus direitos civis serem desrespeitados por algo que não é baseado na ciência”, afirmou.

“Há muita desinformação sobre como o Ebola é transmitido e eu posso entender porque algumas pessoas estão assustadas”, disse o advogado de Kaci, Normal Siegel. “Mas o medo não é baseado em fatos médicos”.

O vírus ebola só é transmitido quando um paciente passa a apresentar sintomas e somente se outra pessoa entrar em contato com seus fluidos corporais. O CDC define que funcionários de saúde devem ser monitorados duas vezes ao dia, mas alguns Estados do país estão indo muito além da recomendação na prevenção da doença.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).