Inicio » Minas Gerais » Alto Paranaíba » MG- PM morre durante operação contra pesca na Piracema

MG- PM morre durante operação contra pesca na Piracema

Um policial militar morreu neste sábado durante uma operação contra a pesca ilegal no Rio Indaiá, no município de São Gotardo, no Alto Paranaíba. Segundo a PM, Roberto Carlos de Morais, 38 anos, 3º sargento da Polícia Ambiental, tentou atravessar o rio a nado para surpreender pescadores que estavam em uma das margens, mas se sentiu mal durante o trajeto e foi carregado pela correnteza.

MG- PM morre durante operação contra pesca na Piracema
MG- PM morre durante operação contra pesca na Piracema

O incidente ocorreu por volta das 15h30 e o corpo do militar foi encontrado por mergulhadores do Corpo de Bombeiros à meia-noite.

Ele participava de uma ação contra a pesca no período de piracema, período de reprodução dos peixes em que a prática é proibida. O velório de Morais foi realizado neste domingo na cidade de Tiros, também no Alto Paranaíba.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).