Inicio » Internacional » Pedidos de dados de usuários por governos aumentou 24%, diz Facebook

Pedidos de dados de usuários por governos aumentou 24%, diz Facebook

O Facebook disse nesta terça-feira (4) que solicitações por parte dos governos por informações de usuários aumentou em cerca de 24% no primeiro semestre de 2014 em relação ao segundo semestre do ano passado.

Pedidos de dados de usuários por governos aumentou 24%, diz Facebook
Pedidos de dados de usuários por governos aumentou 24%, diz Facebook

Nos primeiros seis meses de 2014, os governos de todo o mundo fizeram 34.946 pedidos por dados. Durante o mesmo período, a quantidade de conteúdo restrito devido às leis locais aumentaram em cerca de 19%.

“Estamos buscando agressivamente um apelo a um tribunal superior para invalidar esses mandados e para forçar o governo a devolver os dados que confiscou”, disse a empresa em um post em seu blog.

O Google relatou em setembro um aumento de 15% no número de pedidos no primeiro semestre deste ano, na comparação com o semestre anterior, e um aumento de 150% nos últimos cinco anos, por governos de todo o mundo para revelar informações de usuários em investigações criminais.

Folhapress
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).