Inicio » Empreender em Foco » Cresce o número de freelancers no Brasil‏

Cresce o número de freelancers no Brasil‏

De acordo com um levantamento realizado pelo portal freelancer.com, maior plataforma de interação entre profissionais e empresas do mundo, do total de freelancers no Brasil cadastrados no site, a maior parte é da cidade de São Paulo (13%). Seguindo este ranking, aparece Rio de Janeiro com 5%, Belo Horizonte e Curitiba com 2% cada e Porto Alegre com 1,6%.

Cresce o número de freelancers no Brasil‏
Cresce o número de freelancers no Brasil‏

Para fazer esta pesquisa, o portal levou em consideração cidades com mais de 100 usuários cadastrados e o total de profissionais brasileiros no site, de aproximadamente 200.000 freelancers, cerca de 1,5% dos profissionais independentes de todo o mundo.

 “Trabalhando como freelancer é possível quebrar barreiras de continentes e países, então as opções acabam sendo muito maiores do que um emprego com carteira assinada em que você precisa comparecer à empresa. É um tipo de negócio que tende a crescer”, destaca Sebastián Siseles, diretor regional para América Latina do freelancer.com.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).