Inicio » Mais Seções » Microsoft corrige falha de quase duas décadas no Windows

Microsoft corrige falha de quase duas décadas no Windows


Reviewed by:
Rating:
5
On 12 de novembro de 2014
Last modified:15 de dezembro de 2014

Summary:

Microsoft corrige falha de quase duas décadas no Windows

A Microsoft informou na quarta-feira que corrigiu uma falha que afetou por quase duas décadas o sistema operacional Windows e que facilitava o controle dos computadores por terceiros.

Microsoft corrige falha de quase duas décadas no Windows
Microsoft corrige falha de quase duas décadas no Windows

A vulnerabilidade, descoberta por técnicos de segurança da IBM, afetou todas as versões do sistema Windows desde 1995 e poderia permitir a um hacker assumir o controle de um equipamento depois de atrair os usuários do navegador Internet Explorer para sites falsos.

Mas aproveitar a falha era “difícil” e não há evidências de que os hackers tenham conseguido, destacou a Microsoft.

“Enviamos um boletim para ajudar a proteger os clientes d o problema. Aqueles que têm as atualizações automáticas ativadas não precisam realizar nenhuma ação”, afirmou a empresa.

Robert Freeman, da IBM X-Force, afirmou que era uma vulnerabilidade muito rara, pois permitia usar um “código no qual o Internet Explorer confiava, apesar de não pertencer ao mesmo”.

A solução ao problema, considerado crítico pela Microsoft, foi incluída no ciclo de atualização de rotina. O Windows é o sistema operacional utilizado por 90% dos computadores no mundo.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).