Inicio » Política » Dilma defende Petrobras e diz que caso da empresa muda o Brasil

Dilma defende Petrobras e diz que caso da empresa muda o Brasil

A presidente Dilma Rousseff afirmou que a investigação dos casos de corrupção na Petrobras podem mudar o país para sempre. A declaração foi dada na madrugada deste domingo (16), na Austrália, onde acontece o G-20,  que reúne as 20 maiores economia do mundo.

Desde a última sexta-feira, 23 pessoas foram presas
Desde a última sexta-feira, 23 pessoas foram presas

Para a presidente, a operação “Lava Jato” mostra que não existe impunidade e que os culpados  devem ser condenados.

“Não se pode pegar a Petrobras e condenar a empresa. O que nós temos de condenar são pessoas. Pessoas dos dois lados, os corruptos e os corruptores. Eu acredito que a questão da Petrobras é uma questão simbólica para o Brasil. Acho que é a primeira investigação efetiva sobre corrupção no Brasil, que envolve seguimentos privados e públicos”  disse.

Essa foi a primeira vez que Dilma falou sobre a operação, que já levou 23 pessoas para a prisão.

Por fim, a presidente disse que as investigações não influenciam na escolha de ministros. A presidente afirmou também que se deve ter cuidado com as denúncias.

“Nem toda a Petrobras, nem todas as empreiteiras. Eu não acho que também dá para demonizar as empreiteiras desse país. São grandes empresas e se A,B, C ou D, praticaram malfeitos, atos de corrupção ou de corromper, eu acho que eles pagarão por isso”, explicou.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).