Inicio » Esporte » Seleção brasileira – Brasil leva 1º gol com Dunga, mas vence com brilho de novato

Seleção brasileira – Brasil leva 1º gol com Dunga, mas vence com brilho de novato

Dunga segue invicto em sua segunda passagem pela Seleção Brasileira, apesar de finalmente ter sofrido um gol. O sexto amistoso do treinador que substituiu Luiz Felipe Scolari no comando nacional foi um dos mais complicados da série, mas, graças a gol espetacular do novato Roberto Firmino no fim do segundo tempo, o Brasil bateu a embalada Áustria por 2 a 1, em amistoso disputado nesta terça-feira em um lotado Ernst Happel Stadium, em Viena, que contou com 48.500 pessoas.

Roberto Firmino recebe o carinho do craque Neymar após marcar um golaço e garantir a vitória do Brasil
Roberto Firmino recebe o carinho do craque Neymar após marcar um golaço e garantir a vitória do Brasil

Antes do duelo desta terça-feira, o Brasil fez amistosos contra Equador, Colômbia, Argentina, Japão e Turquia. Todos haviam terminado com vitórias nacionais sem sofrer gols. Ao todo, o time de Dunga ficou 524 minutos sem ser vazado, após a Seleção ter tomado 10 gols nos últimos dois jogos do Mundial de 2014.

O primeiro gol levado pelo time nacional, curiosamente, saiu sem a zaga que jogou com Dunga nos últimos cinco jogos. Miranda saiu aos 27min do primeiro tempo com lesão na coxa para a entrada de Thiago Silva, que durante a semana envolveu-se em polêmicas após mostrar-se incomodado com a reserva e a perda da faixa de capitão.

Apesar de não ter se qualificado para a Copa do Mundo de 2014, a Áustria é uma das seleções que mais se destacam na Europa atualmente. Invicta há nove jogos – desde outubro de 2013 – até encarar a Seleção Brasileira, o time europeu é líder de seu grupo das Eliminatórias da Eurocopa de 2016, em uma chave que conta com Rússia e Suécia.

Áustria envolve Brasil e para contra-ataques da Seleção

A etapa inicial do amistoso em Viena começou com a Áustria melhor e um grande susto para a zaga brasileira, que até então não havia levado gols com Dunga. Logo aos 5min. Okotie concluiu para o fundo do gol em cobrança de falta. No entanto, o austríaco utilizou as mãos para desviar a bola e recebeu um cartão amarelo, além de sonora vaia dos pouco mais de 48 mil torcedores presentes.

Líder de seu grupo das Eliminatórias para a Euro 2016, a Áustria tocava bem a bola e era superior ao Brasil. A Seleção nacional forçava escapadas rápidas tabelando, mas todos os lances paravam na marcação adversária. Em todos os primeiros 45 minutos, o time de Dunga se segurou e só assustou em chute fraco de Oscar e em falta perigosa cobrada por David Luiz. O destaque ficou por conta da lesão de Miranda aos 27min, substituído para a entrada de Thiago Silva, que durante a semana reclamou da reserva e de ter perdido a faixa de capitão.

Brasil melhora e alcança vitória gol espetacular de Firmino

O Brasil voltou com outra postura no segundo tempo. De dominado pela Áustria, passou a controlar mais a posse de bola e, com isso, diminuiu o ímpeto dos europeus. A melhora nacional, somada às entradas de Douglas Costa na vaga de Wllian e principalmente de Firmino na vaga do sumido Luiz Adriano, rendeu frutos aos 18min. Em cobrança de escanteio de Oscar, David Luiz apareceu sozinho e cabeceou no chão para abrir o placar para a Seleção.

A partida ganhou ânimo com a abertura do placar, e o Brasil não resistiu aos donos da casa. Aos 29min, o ataque da Áustria encontrou a defesa nacional aberta e Oscar, dentro da área, executou carrinho e cometeu pênalti infantil em Weimann. Na cobrança, Dragovic marcou e acabou com a marca de cinco jogos seguidos da Seleção sem sofrer gols, todos sob o comando de Dunga.

Apesar do susto com o gol austríaco, o time nacional voltou a ficar na frente do placar, graças a uma pintura de Roberto Firmino, novato de Dunga na última convocação. O destaque do Campeonato Alemão recebeu passe de Filipe Luís na entrada da área aos 38min, olhou para o gol e acertou pancada espetacular a 93 km/h que bateu no travessão e morreu no fundo das redes. A Áustria não teve forças para reagir e saiu derrotada após nove jogos invicta. No fim do jogo, Neymar foi substituído e entregou sua faixa de capitão para Thiago Silva.

FICHA TÉCNICA
ÁUSTRIA 1 X 2 BRASIL

Local: Estádio Ernst Happel, em Viena (Áustria)
Data: 18 de novembro de 2014, terça-feira
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: William Collum (Escócia)
Assistentes: Graham Chambers e Stuart Stevenson (Escócia)
Cartão amarelo: Okotie (Áustria)
Gols: ÁUSTRIA: Dragovic, aos 29 minutos do segundo tempo
BRASIL: David Luiz, aos 18, e Roberto Firmino, aos 37 minutos do segundo tempo

ÁUSTRIA: Almer (Ozcan); Klein, Dragovic, Hinteregger e Fuchs; Ilsanker, Kavlak, Harnik (Prodl), Junuzovic (Weimann) e Arnautovic (Ulmer); Okotie (Sabitzer)
Técnico: Marcel Koller

BRASIL: Diego Alves; Danilo, Miranda (Thiago Silva), David Luiz e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho (Casemiro) e Oscar (Fred); Willian (Douglas Costa), Luiz Adriano (Firmino) e Neymar (Marquinhos)
Técnico: Dunga

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Saiba como usar o cartão de crédito ZenCard

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.Saiba como usar …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).