Inicio » Colunistas » Coluna – Superação, esperança e acolhimento

Coluna – Superação, esperança e acolhimento

Entre as ilustres personalidades que prestigiaram a sessão solene do Jubileu de Prata do Templo da Boa Vontade, TBV, em 8/11, estava o professor doutor Jair de Carvalho e Castro, chefe do Serviço de Otorrinolaringologia, da 2ª Enfermaria da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro.

Ao falar às mais de 100 mil pessoas que participaram dos 25 anos do Templo do Ecumenismo Divino, ele ressaltou o modelo de superação da escritora e conferencista norte-americana Helen Keller (18801968), que viu representada no Painel “A Evolução da Humanidade”, do Salão Nobre do TBV: “Eu, como médico, observei a figura de uma mulher americana que ficou cega e surda. Ela conseguiu ser uma grande ativista, a primeira pessoa a defender os direitos dos pacientes com deficiência física. É isso aí! Então, é exemplo para todo o mundo até hoje”.

Na sequência, o competente clínico nos transmitiu uma esperançosa informação: “Hoje, temos a felicidade de poder dizer, por exemplo, na minha área de atuação, que é a otorrinolaringologia, que ninguém precisa mais ficar surdo. Temos 99% de chance de trazer a audição para as pessoas. A audição é que coloca o ser humano em contato com outros. Temos a televisão, o rádio, mas é o som, é a voz humana que leva o carinho e leva a emoção para todos. Estou muito honrado, emocionado de conhecer esse trabalho. O Templo se destaca, se levanta acima do Planalto e abençoa os que aqui vêm do Brasil e do mundo”.

E prosseguiu: “Queria agradecer primeiro a vocês, legionários, porque sozinho ninguém faz nada. Se o presidente Paiva Netto construiu uma obra é porque se cercou de boas pessoas e de pessoas como vocês, que são o maior patrimônio da LBV”.

Exato! Não há estrutura — seja ela espiritual, material, social — que se torne expressiva sem o decisivo apoio de seres humanos e espirituais de Boa Vontade. Um país só realmente progride com a multiplicação dos bons caracteres e a capacidade realizadora de seu povo.

O dr. Jair teve ainda a gentileza de me encaminhar uma correspondência sobre sua estada no TBV, da qual compartilho com Vocês alguns trechos: “A viagem a Brasília foi um grande e maravilhoso momento, no qual pude observar que aqueles que têm o coração e a mente voltados para o bem comum e a felicidade adquirem uma Força Celestial. E esta se transforma em energia renovadora, que se expande para todas as partes deste nosso grande Brasil e além de nossas fronteiras, levando a palavra e Jesus para aqueles que Nele creem, acolhendo outras religiões e os que dizem que não têm nenhuma crença (a meu ver é uma forma de crença também).

“Agradeço a acolhida e a oportunidade de estar em um evento ímpar e da maior importância social e de acolhimento a uma multidão maior do que a maioria de nossas cidades; um encontro transmitido por quase 2 mil emissoras de rádio, TV e internet para o Brasil e vários outros países. (…)

“Forte abraço do amigo e admirador, Jair de Carvalho e Castro”.

 Ao amigo professor doutor Jair, o meu agradecimento e o fraterno abraço dos legionários da Boa Vontade.

José de Paiva Netto — Jornalista, radialista e escritor

José de Paiva Netto
José de Paiva Netto
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).