Inicio » Internacional » Europa » Espanha – Morre na Espanha a duquesa de Alba, aristocrata com mais títulos no mundo

Espanha – Morre na Espanha a duquesa de Alba, aristocrata com mais títulos no mundo

A espanhola María del Rosario Cayetana Fitz-James Stuart y Silva, a duquesa de Alba, em foto de outubro de 2011 (Foto: Cristina Quicler/AFP)
A espanhola María del Rosario Cayetana Fitz-James Stuart y Silva, a duquesa de Alba, em foto de outubro de 2011 (Foto: Cristina Quicler/AFP)

María del Rosario Cayetana Alfonsa Victoria Eugenia Francisca Fitz-James Stuart y Silva, a duquesa de Alba, morreu nesta quinta-feira, aos 88 anos de idade, cercada pela família no palácio de Dueñas, em Sevilha. Ela havia sido hospitalizada no domingo por pneumonia. Na terça, “por desejo expresso da paciente”, de acordo com o hospital, ela foi transferida para sua residência.

A nobre com mais títulos, 46, era uma das personagens favoritas da imprensa espanhola, que organizou uma grande cobertura em 2011, quando a aristocrata excêntrica, conhecida por seus cabelos brancos encaracolados, pelas plásticas malsucedidas e por sua espontaneidade, casou-se pela terceira vez com um funcionário público 25 anos mais jovem. Os filhos eram contra o casamento e, para poder contrair matrimônio em paz, a duquesa resolveu doar aos herdeiros seus bens: palácios, obras de Goya, Velásquez e Rubens, imensas propriedades rurais.

Sua fortuna é estimada em bilhões de euros. “Eu não gosto de falar sobre dinheiro. Muitas pessoas confundem ter dinheiro com ter ativos – nós nunca tivemos um monte de dinheiro”, ela escreveu em sua autobiografia. Muitas de suas propriedades pertencem à Casa de Alba e possuem restrições à venda devido à importância histórica para a Espanha.

Seu filho mais velho, Carlos Martínez de Irujo, duque de Huesca, vai se tornar o próximo chefe da Casa de Alba, fundada no século XV e uma das famílias mais ilustres da Espanha, mas os títulos da duquesa deverão ser distribuídos entre seus herdeiros.

Resultado de uma combinação complexa de casamentos entre os seus antepassados em toda a Europa ao longo das décadas, Cayetana guardava cinco títulos de duquesa, um de condessa-duquesa, dezoito de marquesa, dezoito de condessa e mais um de viscondessa.

Proprietária de vários palácios e numerosos terrenos, sua fortuna, uma das maiores da Espanha, é estimada entre 600 milhões e 3,5 bilhões de euros.

Seu filho mais velho, Carlos Martínez de Irujo, duque de Huesca, vai se tornar o próximo chefe da Casa de Alba, fundada no século XV e uma das famílias mais ilustres da Espanha, mas os títulos da duquesa, mais de 40, deverão ser distribuídos entre seus herdeiros.

Resultado de uma combinação complexa de casamentos entre os seus antepassados em toda a Europa ao longo das décadas, Cayetana, como era conhecida carinhosamente, guardava cinco títulos de duquesa, um de condessa-duquesa, 18 de marquesa 18 de condessa e mais um de viscondessa.

Nascida em 1926 em um palácio neoclássico em Madri, ela passou a maior parte da infância em Londres no período em que seu pai foi embaixador. Na capital britânica, ela jantou com Winston Churchill e brincou com a princesa Margaret. Seu primeiro casamento, aos 21 anos de idade foi com o aristocrata Luis Martinez de Irujo, em uma cerimônia que chegou a rivalizar em escala a união da princesa Elizabeth, no final do mesmo ano de 1947. O casal teve seis filhos.

Em 1953, com a morte de seu pai, ela se tornou a XVIII duquesa de Alba e a terceira mulher a ostentar este título em mais de 500 anos de história, além de herdar os demais títulos da família, entre eles, o ducado de Berwick, de origem escocesa. Seu segundo marido, o ex-padre católico Jesus Aguirre Ortiz de Zárate, morreu em 2001.

Cayetana tornou-se uma figura badalada na Espanha, recebendo Audrey Hepburn e Jackie Kennedy em suas visitas ao país e transformando seu palácio em Madri em palco para um desfile do estilista Yves Saint Laurent em 1959. Amante de touradas e flamenco, ela várias vezes teve lugar de honra em touradas de Sevilha, e costumava acompanhar as lutas usando uma tradicional mantilha.

Apesar de ter ficado um pouco longe dos holofotes nos últimos meses, devido aos problemas de saúde, sua imagem recente mais marcante foi quando ela tirou os sapatos para dançar flamenco em seu casamento com Alfonso Díez.

(Com agências France-Presse, Reuters e EFE)

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

VLI abre vagas para programa Jovem Aprendiz em Montes Claros

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 8 de dezembro de 2016.VLI abre vagas …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).