Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Lei municipal obriga casas de show a disponibilizar bebedouros para clientes

Montes Claros – Lei municipal obriga casas de show a disponibilizar bebedouros para clientes

Com a Lei Municipal nº 4.736, sancionada pelo prefeito Ruy Muniz em 19 de novembro, casas de espetáculos instaladas em Montes Claros ficam obrigadas a disponibilizar aos seus clientes bebedouros públicos com água potável.
Montes Claros - Lei municipal obriga casas de show a disponibilizar bebedouros para clientes
Montes Claros – Lei municipal obriga casas de show a disponibilizar bebedouros para clientes

O texto da lei ainda estende a obrigação a danceterias, casas noturnas, bares, restaurantes, shoppings centers, cinemas e parques temáticos. Ainda de acordo com a legislação, os bebedouros deverão ser próprios para o uso de qualquer pessoa, seja ela criança, idoso ou portador de deficiência, e instalados em local visível de livre e fácil acesso no estabelecimento.

Outra determinação constante no texto da lei condiciona a liberação do alvará de funcionamento dos estabelecimentos referidos às adaptações constantes da lei que entrou em vigor na data de sua publicação, que se deu no dia 28 de novembro. O texto completo da Lei Municipal nº 4.736 pode ser consultado na edição nº 329 do Diário Oficial Eletrônico do Município de Montes Claros, disponível no link http://www.montesclaros.mg.gov.br/diariooficial/index.php.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).