Inicio » Internacional » Ásia » Ásia – Indianas elogiadas por vídeo em que agridem molestadores em ônibus

Ásia – Indianas elogiadas por vídeo em que agridem molestadores em ônibus

Duas irmãs indianas têm recebido vários elogios após a divulgação de um vídeo em que aparecem respondendo a três de seus supostos molestadores em um ônibus.As duas jovens, com 22 e 19 anos, Arti e Pooja Kumar, foram cercadas por homens em um ônibus lotado na sexta-feira quando voltavam para casa, na cidade de Rohtak, localizada no estado de Haryana, vizinho de Delhi. No vídeo, que viralizou rapidamente na internet, as duas batem em seus agressores com um cinto sob o olhar indiferente dos outros passageiros.

Vídeo viralizou rapidamente na internet. Maioria dos comentários são de elogios à coragem das mulheres
Vídeo viralizou rapidamente na internet. Maioria dos comentários são de elogios à coragem das mulheres

A polícia prendeu os supostos molestadores domingo à noite após a divulgação do vídeo, gravado por uma passageira grávida, nas redes sociais e nos canais de notícias. A maioria dos comentários são de elogios à coragem das mulheres, enquanto outros denunciam a passividade dos demais passageiros, entre os quais é possível ouvir risos.

“Tiramos o chapéu para #RohtakBravehearts. Eu desprezo estes homens que permaneceram sentados e que se contentaram em assistir o que estava acontecendo”, escreveu um internauta em inglês no Twitter. “Braveheart” (coração valente) foi o apelido dado à estudante de 23 anos que morreu depois de ter sido vítima de um estupro coletivo em um ônibus, em dezembro de 2012, em Delhi, um incidente que provocou uma onda de indignação na Índia e no exterior.

“Viva as meninas corajosas (..) Desperte o público! É vergonhoso que a única a intervir tenha sido uma mulher grávida”, escreveu por a atriz Freida Pinto, estrela do filme “Quem quer ser um milionário”.

Um porta-voz da polícia de Rohtak, Ved Singh Nain, prometeu uma investigação rápida sobre o incidente. As mulheres relataram que foram assediadas após recusarem os avanços dos homens. “Eles fizeram gestos, nos tocaram e insultaram”, declarou Pooja ao canal NDTV.

“Nós não aguentávamos mais e começamos a bater. Um dos homens tentava puxar minha irmã pela mão e um outro me segurava pelo pescoço. Foi quando minha irmã tirou o cinto e começou a bater”, acrescentou.

O chefe executivo do Estado de Haryana, M.L Khattar, prometeu uma recompensa de 31.000 rúpias (400 euros a cada uma das jovens mulheres.

Assista ao Vídeo;

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).