Inicio » Esporte » Futebol – Após morte de torcedor, Espanha fecha estádio para torcidas organizadas

Futebol – Após morte de torcedor, Espanha fecha estádio para torcidas organizadas

A morte do torcedor Francisco Javier Taboada em uma briga entre as torcidas do Atlético de Madrid e La Coruña no último sábado já originou uma resposta do governo espanhol. Uma Comissão Antiviolência, elaborada pela Secretaria de Esportes, se reuniu na manhã desta segunda-feira em Madrid para tomar algumas providências para combater a violência no futebol. A principal definição foi de fechar as portas dos estádios para as torcidas organizadas radicais.

A morte do torcedor Francisco Javier Taboada em uma briga entre as torcidas do Atlético de Madrid e La Coruña no último sábado já originou uma resposta do governo espanhol.
A morte do torcedor Francisco Javier Taboada em uma briga entre as torcidas do Atlético de Madrid e La Coruña no último sábado já originou uma resposta do governo espanhol.

“Existe a determinação de expulsar os grupos ultra do futebol e os que o cercam. Nos comprometemos com isso e vamos dar um prazo para acabar com eles. Elaboramos uma lista de grupos ultras para expulsá-los do futebol”, afirmou Miguel Cardenal, presidente do Conselho Superior dos Esportes.

De acordo com o jornal espanhol Marca, a Comissão decidiu que os setores das arquibancadas onde ficam os ultras em todos os estádios da Espanha serão fechados. Outra reunião está marcada para quinta-feira, juntamente aos dirigentes da Federação Espanhola, para que a ordem passe a valer em jogos do Campeonato Espanhol, Copa do Rei, e demais Ligas europeias.
Clubes como Real Madrid e Barcelona já expulsaram as organizadas de Santiago Bernabéu e Camp Nou e não registraram incidentes envolvendo torcedores desde então.

O confronto entre as facções ultras de Atlético de Madrid e Deportivo La Coruña e a morte do torcedor chocaram o país. De acordo com a polícia, a briga teve cerca de 180 participantes e começou por volta das 8h da manhã, quatro horas antes do início previsto do jogo no Estádio Vicente Calderón. A briga estava marcada com antecedência, e o jornal As revelou que muitas das pessoas que tomavam café da manhã nos entornos do estádio já carregavam pedaços de pau e pedras.

No episódio, 20 pessoas foram detidas e outras 100 foram identificadas como participantes das brigas. 12 pessoas foram pelos serviços de emergência com ferimentos leves.

Taboada foi encontrado desacordado às margens do rio Madri, pouco tempo após a confusão nos arredores do estádio Vicente Calderón, do Atlético. O homem tinha 43 anos e deu entrada no hospital com traumatismo cranioencefálico e hipotermia, não suportando uma segunda parada cardíaca, após ser salvo em uma primeira.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).