Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Orçamento de 2015 é tema de audiência pública na Câmara Municipal de Montes Claros

Montes Claros – Orçamento de 2015 é tema de audiência pública na Câmara Municipal de Montes Claros

Técnicos do município, secretários, vereadores e cidadãos participaram de uma audiência pública na manhã desta terça-feira, 2, na Câmara Municipal de Montes Claros, para discutir a lei orçamentária de 2015.
Montes Claros - Orçamento de 2015 é tema de audiência pública na Câmara Municipal de Montes Claros
Montes Claros – Orçamento de 2015 é tema de audiência pública na Câmara Municipal de Montes Claros

Proposta pelo vereador Valcir da Ademoc, presidente da Comissão de Legislação e Justiça da Câmara, a audiência serviu para detalhar o orçamento de mais de R$1 bilhão previsto para o próximo ano.

O orçamento segue o Plano Plurianual, que estimou as receitas e despesas para quatro anos, e a Lei de Diretrizes Orçamentárias, aprovada em junho deste ano.
O valor geral previsto para o orçamento de 2015 está estimado em R$ 1.132.078.596. Deste total, R$ 13,6 milhões serão destinados à Empresa Municipal de Serviços, Obras e Urbanização (Esurb), R$ 9,135 milhões à Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito (MCTrans) e R$ 100 milhões à Companhia de Água e Esgoto de Montes Claros (Caemc), que deverá ser reestruturada.
A Secretaria de Saúde será a pasta com maior orçamento, totalizando R$ 362.552.000. A Secretaria de Educação aparece em segundo lugar na estimativa, com cerca R$ 245 milhões. Já a despesa total do município para o próximo ano está fixada em R$ 1.009.343.596.
Durante a audiência pública o consultor jurídico do município, Cláudio Versiane, destacou a importância da discussão do orçamento. Ele apresentou aos membros da Câmara um documento que comprova a não extinção da Caemc, empresa que deverá auxiliar na gestão de água e tratamento de esgoto do município. O consultor apresentou um documento do Cartório de Registro de Imóveis que comprova a existência de bens imóveis em nome da empresa.
“A Caemc será uma opção a mais, mesmo havendo uma licitação para o serviço. O orçamento não prevê a destinação de recursos para a empresa, mas sim uma receita operacional, que poderá ou não ser usada. Não há que se falar em destinação ou repasse para a empresa”, disse Cláudio.
O secretário adjunto de Educação, Huagner Cardoso, falou sobre o aumento do orçamento e o reflexo na melhora do ensino em Montes Claros. “Tivemos uma nota acima da média no Ideb, nas primeiras séries do ensino fundamental. A meta é estendê-la às séries finais”, explicou.
O vereador Edmilson Magalhães elogiou a explicação feita pelos técnicos do município. Para Edmilson, o detalhamento deixa a Câmara mais confortável para aprovar o projeto. “Tínhamos algumas dúvidas, mas agora estou tranquilo para votar e ajudar no desenvolvimento de diversas áreas do município”, concluiu.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).