Inicio » Montes Claros » Montes Claros – Prefeitura de Montes Claros apresenta resultados e traça metas para a saúde em 2015

Montes Claros – Prefeitura de Montes Claros apresenta resultados e traça metas para a saúde em 2015

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta segunda-feira, 1º de dezembro, o prefeito Ruy Muniz e a equipe de saúde do município fizeram um balanço dos dois primeiros anos de gestão. O aumento no número de equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF), a recontratualização com os hospitais e uma mudança de postura com relação aos atendimentos de média complexidade foram os principais motivos apontados para o sucesso obtido pelo município nos indicadores quantitativos e qualitativos, estaduais e nacionais.
Montes Claros - Prefeitura de Montes Claros apresenta resultados e traça metas para a saúde em 2015
Montes Claros – Prefeitura de Montes Claros apresenta resultados e traça metas para a saúde em 2015

Na Atenção Básica, o chefe do executivo destacou a importância do aumento no número de equipes de ESF. Em dezembro de 2012, o município contava com 72 equipes, sendo 66 delas compostas por médicos e 48 contendo serviços de saúde bucal. Em novembro de 2014, as equipes subiram para 103, sendo 116 com médicos e 79 com serviço de saúde bucal. A estimativa é que, para o próximo ano, o número de equipes chegue a 130.

O crescimento das equipes não se destaca somente pela quantidade, mas também pela qualidade. O Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica (PMAQ), programa de avaliação do Ministério da Saúde, mostrou que, no ano de 2011, apenas duas equipes apresentaram desempenho acima da média, ao passo que em 2013, 32 equipes obtiveram esta avaliação. “Isso é reflexo do nosso programa de gratificação, que tem recompensado financeiramente os integrantes de todas as equipes pelo resultado”, disse o prefeito, que ainda apontou outras ações dentro da Atenção Básica à Saúde, como as equipes do Melhor em Casa, que prestam atendimento a pacientes em estado terminal em seus lares, e as equipes do Saúde na Rua, que atendem pessoas que vivem em condições de vulnerabilidade social.
Outro fator refletido em números por causa do bom desempenho da Atenção Primária foi a queda no índice de internações que poderiam ser evitadas. Em 2013, esse índice chegou a 31,17%, menor que o índice estadual, que foi de 31,84%, e inferior também à média de 2012 no município, que foi de 33,91%. O secretário adjunto de Atenção Primária à Saúde, Danilo Narciso, ressaltou a importância da Atenção Primária para o êxito nesse indicador. “Isso representa economia e bem-estar da população. O número menor nas internações que poderiam ser evitadas indica que estamos no caminho certo”, disse.
Contrato com os hospitais – Outro fator elencado para a melhoria no sistema de saúde de Montes Claros foi a recontratualização com os hospitais. O prefeito Ruy Muniz lembrou que, após os novos contratos, a maioria dos hospitais cumpriu a meta na realização de atendimentos de média complexidade. De acordo com o chefe do executivo, a recontratualização foi boa para a saúde do município. No próximo ano haverá nos contratos um plano de metas com contrapartida das unidades hospitalares nos serviços que forem montados com os recursos do SUS.
Melhor Saúde bucal de Minas – A coordenadora municipal de Saúde Bucal de Montes Claros, Marinilza Soares Mota Sales, apresentou durante a entrevista o prêmio Brasil Sorridente 2014, conquistado pelo município por obter a melhor saúde bucal de Minas Gerais em cidades com mais de 300 mil habitantes. A cidade ainda ficou em 7° lugar no ranking nacional. “Este prêmio é mérito de toda a equipe, que se uniu para esta conquista”, destacou a coordenadora.
Metas para 2015 – A secretária de Saúde, Ana Paula Nascimento, encerrou o balanço com as principais metas já cumpridas e as metas a serem alcançadas em 2015. Ana Paula elencou a normatização no processo de consultas e exames, a implantação no pagamento de gratificação e a normatização no acolhimento como as principais estratégias alcançadas para a melhoria no sistema de saúde. Através dessas ações, a secretária destacou resultados importantes, como o aumento no número de atendimentos do Hospital Alpheu de Quadros, que em 2012 realizou 25.977 consultas pediátricas e 46.093 consultas clínicas, tendo passado, em 2014, para 39.444 e 63.684, respectivamente.
Para 2015, a secretária apontou as principais ações a serem executadas, dentre elas: reforma em Unidades Básicas de Saúde, como a do Renascença e Maracanã; conclusão da unidade de Pronto Atendimento do Chiquinho Guimarães; a implantação de 14 Núcleos de Apoio à Saúde da Família; implantação da Farmácia Municipal.
“Dentre estas ações, podemos destacar as Farmácias Municipais, programa que vai possibilitar a todas as farmácias de Montes Claros contratarem com o município. Assim, o cidadão poderá pegar remédios direto nas farmácias. Isso vai evitar atrasos por causa de licitações. Destaco ainda a parceria que vamos fazer com os consultórios médicos e clínicas, que irão realizar serviços para a população também através de contrato com o município”, concluiu a secretária.
------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

MG - Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

MG – Jovem inventa que mãe está passando mal para estuprar vizinha

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 5 de dezembro de 2016.MG – Jovem …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).