Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Dezembro vira o mês favorito para casamento, diz pesquisa

Dezembro vira o mês favorito para casamento, diz pesquisa

Maio já não é mais o mês das noivas. Pelo menos, não sozinho. Ao seu lado estão setembro – mês das flores – e agora dezembro, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que mostram que de 2010 a 2012 foi o mês com maior número de casamentos civis no país.

Dezembro vira o mês favorito para casamento, diz pesquisa
Dezembro vira o mês favorito para casamento, diz pesquisa

“Antigamente maio era o mês das noivas. Hoje todos os meses são. Não vejo mais essa diferença. O mercado de casamento está ótimo. Tirando Natal, réveillon e Carnaval, o povo casa sem problema”, opina Beto Ganem, 42, fotógrafo há 23 anos, que se especializou em casamento nos últimos quatro.

O diretor-presidente do Sindicato dos Bufês de Belo Horizonte e Região Metropolitana (Sindbufê), João Teixeira Filho, concorda que a tradição “era” casar em maio ou setembro. Porém, para ele, os casamentos civis realizados em dezembro não estão relacionados, na maioria das vezes, a grandes eventos. “O que ocorre neste mês não influencia as grandes festas. Nesses casos são festas menores, apenas para familiares, ou um segundo casamento, que não envolve a cerimônia religiosa”, explica Teixeira Filho.

Luíza Sales, gerente do departamento de casamento da Agência de Eventos Acontece, também não vê relação entre o número de casamentos com o de festas em dezembro. “É um mês relativamente fraco em função de viagens que são realizadas, comemorações de fim de ano, e que produtos, como bebidas, acabam mais caras”, declara. Ela, no entanto, confirma que o mercado de casamentos permaneceu aquecido em 2014 – crescimento de 50% em relação a 2013. “Tivemos um ano muito bom. Em 2014 já realizamos 60 casamentos, e em 2013 foram 40”, afirma.

Mesmo com essa avaliação, a agência vai realizar dois casamentos neste mês. Entre as noivas está a enfermeira Celina Caldeira, 25, que não se importa com os meses tradicionais. “O mês não tinha muito importância, mas queria um sábado. Como não achei, optei por dezembro”, explica Celina.

Para as igrejas, o mês de dezembro também é menos procurado. “Temos poucos casamentos em dezembro. Os meses mais procurados são maio, setembro e outubro”, diz Lidiane Valas, secretária da paróquia de Santo Antônio, no bairro de mesmo nome. A agenda 2016 da Basílica Nossa Senhora de Lourdes, por exemplo, agora só tem datas para dezembro.

Retomada

Força. Para Luíza Sales, do Acontece, em 2014 houve uma retomada do mês tradicional das noivas. “Maio voltou com força total neste ano”, afirmou a gerente.

Sindbufê aposta em formaturas e eventos empresariais

Para João Teixeira Filho, diretor-presidente do Sindicato dos Bufês de Belo Horizonte e Região Metropolitana (Sindbufê), o mercado em dezembro está mais voltado para eventos empresariais e formaturas do que casamentos. “Se não temos casamentos, o mercado cresce nas festas corporativas e também nas festas de formatura”, explica.

Isso não significa, entretanto, que o mercado de festas de casamento esteja passando por crise. “Não houve crise nesse setor em 2014. Quem pretendia investir nessa data o fez normalmente”, afirma Teixeira Filho. Ele lembra que muitos associados do Sindbufê especializaram-se em casamento. “Não são empresas que fazem apenas casamento, mas elas se especializam e se destacam nesse segmento”, explica.

Para o fotógrafo Beto Ganem, porém, um dos problemas do crescimento do setor é a entrada de uma concorrência pouco profissional. “O mercado cresce, e aparecem fotógrafos com preços incompatíveis com um trabalho profissional”, opina.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Temer sanciona com veto lei que repassa custos do Fies com bancos para faculdades

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016. Temer sanciona …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).