Inicio » Minas Gerais » MG – Emater-MG completa 66 anos com atendimento a 400 mil famílias de agricultores no Estado

MG – Emater-MG completa 66 anos com atendimento a 400 mil famílias de agricultores no Estado

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) completa 66 anos de existência no dia 6 de dezembro e se consolida como referência em todo o país na sua área de atuação. Ela foi a primeira empresa do setor no Brasil e hoje está presente em 789 municípios, o que corresponde a 93% do Estado.

MG - Emater-MG completa 66 anos com atendimento a 400 mil famílias de agricultores no Estado
MG – Emater-MG completa 66 anos com atendimento a 400 mil famílias de agricultores no Estado

Os escritórios da Emater-MG garantem o atendimento a 400 mil famílias de agricultores. Em média, os agricultores familiares atendidos pelo serviço de assistência técnica têm renda quatro vezes maior que os demais. Isso significa ganho de produtividade e melhoria de vida da população. Além dos serviços de assistência técnica, a Emater-MG desenvolve programas e projetos que geram resultados ambientais, sociais e econômicos.

Minas Sem Fome

Com o Programa Minas Sem Fome foram beneficiados, nos últimos dois anos, 250 mil agricultores com projetos de horticultura, avicultura, apicultura, abastecimento de água e outros. O Minas Sem Fome é um programa do Governo de Minas, gerenciado pela Emater-MG, com o objetivo de implementar ações que contribuam para a inclusão da população de baixa renda no processo produtivo, especialmente agricultores familiares.

O programa incentiva a produção de alimentos, agregação de valor e geração de renda, visando à melhoria das condições de segurança alimentar e nutricional. A Emater–MG é responsável pela mobilização dos agricultores, assistência técnica, compra e distribuição dos insumos.

Certifica Minas Café

Na cafeicultura, a Emater-MG desenvolve o programa Certifica Minas Café, em conjunto com a Secretaria de Estado de Agricultura e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). A Emater-MG orienta os produtores para a adequação das propriedades às boas práticas agrícolas em todos os estágios da produção, atendendo também normas ambientais e trabalhistas reconhecidas internacionalmente.

No final do processo, a propriedade passa por uma auditoria independente e recebe um certificado. Atualmente, Minas conta com 1633 propriedades certificadas em 214 municípios. O Estado é o maior produtor nacional de café e responde por cerca de 50% da safra brasileira.

Minas Leite

Minas também é o principal produtor brasileiro de leite. Nesta área, a Emater-MG desenvolve o Minas Leite. O programa investe na qualificação gerencial e técnica das propriedades, gerando ganhos econômicos, sociais e ambientais. São priorizadas propriedades com produção de até 200 litros de leite/dia.

Atualmente, o programa conta com 1160 propriedades cadastradas, distribuídas em 386 municípios. Cada propriedade atendida pelo Minas Leite serve de modelo para outras dez propriedades vizinhas, o que garante um efeito multiplicador das ações do programa.

PNAE e PAA

A Emater-MG também orientou, nos últimos dois anos, 17 mil agricultores para fornecimento de produtos ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). O PNAE é um programa do governo federal que estabelece que 30% dos recursos para a merenda escolar sejam destinados à compra de gêneros alimentícios produzidos por agricultores familiares. Já no PAA, os produtos da agricultura familiar são adquiridos pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e distribuídos para creches, asilos, escolas públicas e instituições assistenciais.

Centros de Comercialização e Capacitação

O trabalho desenvolvido pela Emater-MG também proporcionou a inauguração dos Centros de Qualidade do Queijo Minas Artesanal de Medeiros e do Rio Paranaíba, do Centro Vocacional Tecnológico da Agricultura Familiar de Ponto dos Volantes e do Centro de Comercialização da Agricultura Familiar de São Francisco. São espaços estruturados graças a diversas parcerias desenvolvidas pela Emater-MG e que possibilitam a capacitação e a venda dos produtos regionais pelos agricultores familiares.

Brasil Sem Miséria

A Emater-MG também tem importante atuação no programa Brasil Sem Miséria, dos ministérios de Desenvolvimento Agrário (MDA) e de Desenvolvimento Social (MDS). Ela faz o diagnóstico e o planejamento de projetos produtivos das famílias que podem ser beneficiadas, além de orientar a execução dos mesmos. Cerca de 8,2 mil famílias, com renda de até R$ 77 mensais por pessoa, já foram assistidas pela Emater-MG. O MDA repassa os recursos a fundo perdido para a elaboração de projetos produtivos que gerem renda para as famílias.

Projeto Jaíba

O Perímetro de Irrigação do Projeto Jaíba, no Norte de Minas, está localizado entre o rio São Francisco, onde ocorreu o desvio para abastecer os canais, e o rio Verde Grande. A região se destaca como importante polo produtor de fruticultura, principalmente de banana, limão e manga. A área do projeto tem aproximadamente 1.830 pequenos produtores, que recebem assistência técnica da Emater-MG, além de 90 médios produtores e 55 empresários. A atual área irrigada do projeto, incluindo as etapas I e II, é de aproximadamente 20 mil hectares.

Preservação do Rio São Francisco

Uma das principais ações da Emater-MG na área ambiental é a de preservação da sub-bacia hidrográfica do Rio São Francisco, desenvolvida em parceria com a Ruralminas e Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Foram beneficiados 56 municípios, com a construção de barraginhas – para captação da água da chuva – terraços e proteção de nascentes. O investimento da Emater-MG no trabalho foi de aproximadamente R$ 1,5 milhão.

Capacitação

A Emater-MG também irá proporcionar a capacitação de 400 técnicos com o curso de pós-graduação a distância em Extensão Ambiental para o Desenvolvimento Sustentável. Nunca um número tão grande de extensionistas da empresa cursou, simultaneamente, uma especialização com carga horária de 360 horas.

Infraestrutura

Para possibilitar a excelência e a abrangência do atendimento aos agricultores do Estado, a Emater-MG fez grandes investimentos em infraestrutura nos últimos anos. Em 2014, a empresa renovou mais de 30% da sua frota, com a aquisição de quase 400 veículos. Também neste ano, foram adquiridos 640 notebooks para o trabalho dos técnicos e dezenas de projetores multimídia e impressoras. O sistema de telefonia da empresa também foi modernizado.

Emater-MG em números

– Municípios atendidos: 789 (93% do Estado)

– Agricultores atendidos: 400 mil famílias

– Programa Minas Sem Fome: 250 mil agricultores

– Programa Certifica Minas Café: 1633 propriedades em 214 municípios

– Programa Minas Leite: 1160 propriedades em 386 municípios

– PNAE e PAA: 17 mil agricultores

– Brasil Sem Miséria: 8,2 mil famílias até novembro

– Projeto Jaíba: 1.830 produtores atendidos

– Preservação da sub-bacia do São Francisco: 56 municípios

– Pós-graduação a distância: 400 técnicos na área ambiental

– Veículos: cerca de 400 unidades adquiridas

– Notebooks: 640 unidades adquiridas

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

O responsável pela cirurgia o neurocirurgião César Felipe Gusmão Santiago

Montes Claros – Santa Casa de Montes Claros realiza cirurgia inédita para retirada de tumor cerebral

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 9 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).