Inicio » Norte de Minas » Norte de Minas – Mobilização do Samu registra público recorde em Taiobeiras

Norte de Minas – Mobilização do Samu registra público recorde em Taiobeiras

Um público de mais de 400 pessoas participou da reunião pública realizada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Norte de Minas (Samu Macro Norte) na tarde desta quinta-feira, 04/12, em Taiobeiras.

Norte de Minas - Mobilização do Samu registra público recorde em Taiobeiras
Norte de Minas – Mobilização do Samu registra público recorde em Taiobeiras

Com o tema “Parceria pela Vida: O Samu mais perto de você”, a reunião foi realizada no auditório da Escola Municipal João da Cruz Santos e contou com a presença da comunidade de Taiobeiras, profissionais de saúde, prefeitos e demais autoridades dos 16 municípios que compõem a região de saúde Salinas/Taiobeiras.

Desde o início de novembro, o Samu Macro Norte está realizando o ciclo de reuniões nos municípios sede das nove microrregiões que compõem o Norte de Minas, com objetivo de promover um esforço de comunicação de caráter educativo e social para que a população seja orientada em relação à melhor utilização do serviço.

O presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde da rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun) e prefeito de Bocaiuva, Ricardo Afonso Veloso, explica que o SAMU registra cerca de 30% dos chamados como ligação de brincadeira, e é importante que a população seja orientada. “O Samu é um serviço regulado, com 47 unidades móveis de suporte pré-hospitalar para atendimento a mais de um milhão e meio de habitantes, distribuídos em 86 municípios. São mais de 1500 chamados diários para atendimento e, se não houvesse regulação, os 47 primeiros chamados seriam atendidos e o serviço pararia. Por isso é importante essa avaliação da regulação médica para que cada caso seja atendido conforme a gravidade, seja com orientação por telefone, seja com envio da unidade adequada ao local, seja liberando o paciente após atendimento, ou encaminhamento ao hospital, caso necessário. As reuniões públicas têm sido um importante instrumento de comunicação, mobilização e educação, e o apoio da comunidade e das rádios locais em cada microrregião por onde passamos está nos ajudando a esclarecer essa dinâmica do serviço, tornando os encontros ainda mais ricos e produtivos”, avalia.

Durante o encontro em Taiobeiras, foram apresentados os dados estatísticos dos atendimentos do Samu na microrregião; orientações sobre a adoção de comportamento seguro para evitar acidentes ou situações que coloquem a vida em risco; as situações em que o Samu deve ser acionado pelo número 192; e apresentação dos avanços alcançados pelo serviço nos últimos cinco anos.

Ao abrir o encontro, a superintendente regional de Saúde de Montes Claros, Olívia Pereira de Loiola, ressaltou a importância da informação para melhor aplicação das políticas públicas de saúde. “A região Norte de Minas é pioneira na organização da atenção às urgências e emergências, resultado da parceria dos governos Federal, Estadual, e principalmente dos municípios, e o Samu é uma conquista importante para a região. Quanto mais próximo estiver das pessoas, quanto mais elas entenderem a dinâmica de seu funcionamento, melhor será o resultado dos serviços prestados e essa mobilização Parceria pela Vida é uma brilhante iniciativa, que está realmente aproximando ainda mais o Samu da população”, pondera.

Com 16 municípios e população de 203.294 habitantes, a microrregião Salinas/Taiobeiras possui sete unidades do Samu, sendo uma avançada, que realizam uma média de 493 atendimentos por mês, sendo 78% na área urbana. A região também registra um grande número de acidentes, respondendo por cerca de 35% dos atendimentos realizados pelo Samu na região, sendo 49% na faixa etária entre 20 e 49 anos.

Devido a esses acidentes, o prefeito de Salinas e vice-presidente do Cisrun, José Neres Xavier Dias, destaca a necessidade de ampliar o suporte avançado na região. “O Cisrun já fez o estudo de viabilidade e apresentou a proposta de instalação de mais uma unidade avançada aos governos Estadual e Federal e agora estamos aguardando a liberação do recurso para que a instalação da unidade seja efetivada. Certamente, o acesso ao atendimento será ainda mais resolutivo”, anuncia o prefeito.

Para o prefeito de Taiobeiras, Danilo Mendes Rodrigues, a reunião pública representa um chamamento dos entes consorciados à responsabilidade, no sentido de orientar a população de seus respectivos municípios. “A reunião foi muito esclarecedora e renovamos, aqui, nosso compromisso de continuar contribuindo para que o Samu esteja cada vez mais acessível às pessoas. Vamos multiplicar essas informações junto aos nossos munícipes, fortalecendo o esforço de comunicação empreendido neste encontro”, assegura.

No encerramento do evento, os 15 prefeitos presentes receberam o título de Município Parceiro pela Vida, como ente consorciado responsável pela gestão do Samu na região.

Antes do encontro, o Núcleo de Educação Permanente do Samu realizou um curso de urgência e emergência com a participação de quase 100 socorristas e profissionais que atuam nos hospitais e centros de saúde dos municípios envolvidos no encontro. Também foram realizadas entrevistas nas rádios locais, fortalecendo a difusão das informações do projeto.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Cultura Moc - Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Cultura Moc – Festa Nacional do Pequi começa na próxima semana

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 10 de dezembro de 2016.Cultura Moc – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).