Inicio » Mais Seções » Curiosidades » Tubulação se rompe e faz asfalto ceder e ‘engolir’ carro em Mato Grosso do Sul

Tubulação se rompe e faz asfalto ceder e ‘engolir’ carro em Mato Grosso do Sul

Dono do veículo conseguiu sair do carro antes do acidente e não ficou ferido; empresa responsável foi acionada e interrompeu a passagem da água.

Tubulação se rompe e faz asfalto ceder e 'engolir' carro em Mato Grosso do Sul
Tubulação se rompe e faz asfalto ceder e ‘engolir’ carro em Mato Grosso do Sul

O asfalto de uma rua em Campo Grande (Mato Grosso do Sul) não suportou o peso de um carro e cedeu na manhã deste sábado (6), “engolindo” o veículo. O automóvel, um Peugeot 207 prata, afundou aos poucos até ficar inteiramente dentro da vala, no cruzamento entre as ruas Dona Zulmira e Diva Ferreira, no bairro de Tiradentes, na capital sul-mato-grossense.

De acordo com a central de operações do Corpo de Bombeiros de Campo Grande, o acidente foi causado pelo rompimento de uma tubulação adutora, que espalhou água sob o asfalto e abriu um buraco na rua.

O dono do veículo, que não quis se identificar, conseguiu sair do carro antes do acidente. Segundo os bombeiros, o proprietário não se feriu.

A empresa Águas de Guariroba, responsável pelos serviços de água e coleta e tratamento de esgoto de Campo Grande, foi acionada e interrompeu o funcionamento da tubulação.

------------------------------------------------------------------------

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal Montes Claros


------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------

Leia Também

Montes Claros - Período para inspeção veicular de táxis começa na segunda-feira

Montes Claros – Período para inspeção veicular de táxis começa na segunda-feira

Compartilhar no WhatsApp* Por: Jornal Montes Claros - 2 de dezembro de 2016.Montes Claros – …


Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).